Estado de saúde de Chávez é estável, diz governo venezuelano

O ministro Ernesto Villegas informou que, passados dois dias da cirurgia, o estado de saúde de Chávez é estável e evolutivo.

Comentar
Compartilhar
13 DEZ 201212h24

O ministro da Comunicação e Informação venezuelano, Ernesto Villegas, informou na noite desta quarta-feira (12), em cadeia de rádio e televisão, que o estado de saúde de Hugo Chávez,  operado há dois dias em Cuba, é estável. De acordo com o relatório médico, o presidente está no processo evolutivo. Chávez foi submetido a cirurgia para a retirada de um tumor maligno na região pélvica.

Chávez foi operado na terça-feira (11). A cirurgia durou mais de seis horas. Depois da operação, o vice-presidente da República e chanceler, Nicolás Maduro, disse que o presidente reagia bem, mas que a recuperação era complexa e demorada, pois a cirurgia foi delicada. Ele pediu apoio à sociedade para manter as orações e a torcida pela recuperação de Chávez.

“Uma vez que a cirurgia foi complexa e delicada, o paciente está em um processo igualmente complexo no pós-operatório. Contamos com a força física e espiritual do comandante Hugo Chávez e o tratamento médico”, diz o comunicado. O texto acrescenta um agradecimento às inúmeras expressões de solidariedade e carinho procedentes das mais diversas partes do mundo, especialmente as manifestações maciças de todos os cantos da Venezuela.

Antes de viajar para Cuba, Chávez anunciou que seria submetido a mais uma cirurgia porque o câncer havia reincidido. O presidente pediu o apoio da população, a confiança em Maduro e avisou que, na sua ausência, o vice-presidente deve conduzir o país.

Desde o ano passado, Chávez luta contra o câncer. Em 18 meses, ele se submeteu a quatro cirurgias. Na penúltima, disse que estava curado e enfrentou uma campanha tensa com o adversário Henrique Capriles. Pela Constituição, a posse está marcada para o próximo dia 10.  

Hugo Chávez passou por cirurgia por conta de um câncer contra o qual luta desde 2011. (Foto: Divulgação)