Empresa que faz publicidade da Prefeitura de Santos é citada em denúncia contra o Estado

A empresa teria coordenado campanha publicitária distribuída por empresas estatais paulistas, durante a campanha eleitoral de 2004

Comentar
Compartilhar
14 MAR 201321h40

As denúncias de que recursos do banco oficial Nossa Caixa, do Estado, foram direcionados para favorecer veículos de comunicação mantidos ou indicados por deputados estaduais da base governista, publicadas pelo Jornal Folha de São Paulo, no último domingo, já refletem em Santos.

A reportagem “Banco estatal beneficiou aliados de Alckmin”, cita o nome da Contexto Propaganda Ltda, vencedora da licitação para prestação dos serviços de publicidade oficial da Prefeitura de Santos. A empresa teria coordenado campanha publicitária distribuída por empresas estatais paulistas, durante a campanha eleitoral de 2004.

Em virtude da citação do nome da empresa, a vereadora Cassandra Maroni Nunes (PT), da Câmara Municipal de Santos, apresentou requerimento, na sessão de segunda-feira, solicitando ao Executivo certidão de inteiro teor do processo administrativo referente à licitação e contratação da Contexto.

Cassandra enfatizou que, no momento, não está fazendo juízo de valor da agência publicitária ou do Executivo, mas que analisará cuidadosamente o processo. “A fiscalização tem que ser redobrada diante de uma empresa cujo nome é citado no ‘mensalão’ do Alckmin”, declarou Cassandra.

Com o requerimento protocolado na Câmara, a Prefeitura tem prazo de 15 dias, prorrogáveis por mais 15, para apresentar a cópia do contrato. O contrato assinado no valor R$ 4 milhões, em 27 de dezembro de 2005, tem vigência de 12 meses.