Em SP, Eduardo Campos defende SUS com padrão inglês

O pessebista defendeu um enxugamento do Estado, com um novo pacto político em que receitas e verbas públicas possam ser alocadas mais adequadamente para as áreas prioritárias

Comentar
Compartilhar
06 MAI 201412h58

 O presidenciável do PSB, Eduardo Campos, disse nesta terça-feira, 6, que o País quer melhorar o serviço de saúde. "Queremos sistema único de padrão inglês, que foi onde nós nos inspiramos para fazer o SUS", disse em palestra na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

O pessebista defendeu novamente um enxugamento do Estado, com um novo pacto político em que receitas e verbas públicas possam ser alocadas mais adequadamente para as áreas prioritárias, como saúde e educação. Campos repetiu suas propostas de diminuir o fisiologismo e reduzir o número de ministérios. "Hoje gastamos mais com seguro-desemprego do que com o SUS. Tem escolha, mas temos de quebrar os ovos para fazer a omelete", disse.

Campos defendeu que haja mais verba destinada à saúde e mais eficiência no uso de recursos. Ele disse que no próximo plano plurianual, em 2015, "o País deve assumir um compromisso claro com o crescimento do financiamento à saúde pública".

 Eduardo Campos, disse nesta terça-feira, 6, que o País quer melhorar o serviço de saúde (Foto: Divulgação)

Ele defendeu ainda a transparência na indicação a cargos públicos da saúde e a parceria com o setor privado, que, segundo ele, gere unidades de saúde com maior eficiência. "Temos de aumentar a rede filantrópica. Precisamos acabar com o preconceito com quem investe para remunerar seu capital."