Eleitores de Itanhaém e Mongaguá são redistribuídos em outras seções

Cerca de 15 mil eleitores devem ser redistribuídos para outras seções nas mesmas escolas

Comentar
Compartilhar
07 NOV 2020Por Nayara Martins07h30
Segundo a chefe do Cartório Eleitoral de Itanhaém, não houve licitação para compra de urnas devido à pandemiaFoto: Nair Bueno/DL

Cerca de 15 mil eleitores devem ser redistribuídos nas escolas das cidades de Mongaguá e Itanhaém, no dia da eleição, que pertencem à 189ª Zona Eleitoral. Isso porque 44 seções eleitorais foram extintas nas duas cidades. A afirmação é da chefe do Cartório Eleitoral de Itanhaém, Flávia Villar de Lima (44).

"Este ano, como não houve a licitação para a compra de urnas eleitorais, devido à pandemia do coronavírus, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez essa redistribuição entre as seções, na mesma escola. Os eleitores serão redirecionados para votarem em outra seção, mas continuam na mesma unidade de ensino", explica Flávia.

O eleitor deve verificar no cartório ou baixar o E-título no celular para se informar sobre o número da seção em que for votar. No dia da eleição, ao chegar na escola, a pessoa pode procurar um funcionário da Justiça Eleitoral que vai orientar a seção em que poderá votar.

Das 44 seções eleitorais que foram extintas, 25 seções são em Itanhaém e 19 em Mongaguá. Essa situação também vai acontecer, segundo Flávia, em outros municípios em todo o Brasil.

Em Mongaguá são 47.506 eleitores que serão divididos para votar em 118 seções eleitorais ativas, nas 17 escolas do município.

Já em Itanhaém são 81.271 eleitores que serão divididos para votar em 205 seções eleitorais, nas 27 escolas do município.

JUSTIFICAR.

Para o eleitor que for justificar e não estiver no seu município, ele terá que baixar o E-título no celular e pode entrar no Justifica Brasil. A medida também serve para as pessoas que não puderam fazer a transferência do seu domicílio eleitoral em tempo hábil.

As escolas não deverão receber a justificativa do eleitor, segundo Flávia, para evitar que haja aglomeração nas unidades de votação, segundo as normas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Ela esclarece ainda que as urnas eleitorais já começaram a ser montadas com todos os dados dos candidatos, na última quinta-feira (5). A previsão é que elas estejam prontas até o próximo dia 11, nos dois municípios. Mas a distribuição das urnas, em cada escola, só deve acontecer na véspera da eleição, dia 14 deste mês.

No dia 15, o eleitor tem que levar um documento com foto e só poderá entrar no local de votação com máscara, além de levar a sua própria caneta.

Quanto ao horário para a votação, este ano, acontece das 7 horas às 17 horas. A recomendação da Justiça Eleitoral é que as pessoas acima de 60 anos votem no horário das 7h às 10h, para evitar a aglomeração nos locais de votação.

Para tirar dúvidas, o eleitor pode fazer contato pelo WhatsApp do cartório eleitoral de Itanhaém, pelo número 3426.2747 ou para os mesários, no número 3427.3713. O cartório ainda está trabalhando de portas fechadas devido à pandemia.