Eleições 2020: Praia Grande e São Vicente têm maior chance de 'returno'

Praia Grande pode ter segundo turno pela primeira vez em sua história e tem número alto de pleiteantes à Câmara: 514 candidatos

Comentar
Compartilhar
15 NOV 2020Por LG Rodrigues08h05
Baixada Santista fica de olho nos resultados da Região ao mesmo tempo em que está atenta à corrida eleitoral na CapitalFoto: Agência Brasil

Os quase 2 milhões de moradores das nove cidades da Região escolhem seus representantes neste domingo (15). São Vicente e Praia Grande são as cidades com maior chance de segundo turno, sendo que o último município citado pode ser o primeiro 'estreante' nesta categoria.

Entre candidaturas deferidas, ou não, a Baixada Santista possui no portal de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um total de 81 candidatos a prefeito e 3.018 nomes que concorrem ao cargo de vereador.

Santos possui um total de 16 candidatos ao Executivo. Em ordem alfabética, eles são: Banha (MDB), Bayard (PTB), Carlos Paz (Avante), Delegado Romano (DC), Douglas Martins (PT), Dr. Marcio Aurelio (PDT), Guilherme Prado (PSOL), Ivan Sartori (PSD), João Villela (NOVO), Luiz Xavier (PSTU), Marcelo Coelho (PRTB), Moysés Fernandes (PV), Rogério Santos (PSDB), Tanah Correa (Cidadania), Thiago Andrade (PCdoB) e Vicente Cascione (PROS). Já no Legislativo, são 480 nomes.

São Vicente tem seu atual prefeito buscando a reeleição e conta com oito nomes no pleito. Analia (PT), Bili (PTB), Kayo Amado (Podemos), Luiz Carlos Gianelli (PSD), Mônica Batalha (PRTB), Pedro Gouvêa (MDB), Solange Freitas (PSDB) e Valquirio Martins (Solidariedade). Para a Câmara, são 366 candidatos ao todo.

Outra cidade em que a 'situação' busca mais quatro anos à frente do Executivo, Guarujá tem dez nomes. André Guerato (PSDB), Dedé do Adélia (DEM), Dr. Válter Suman (PSB), Giovani (Rede), Luciana Salituri (Patriota), Magaiver (Podemos), Miguel Calmon (PRTB), Professor Valter Batista (PSOL), Rodrigo Barboza (Republicanos) e Sergio Zagarino (DC). As cadeiras da Casa de Leis são disputadas por 385 nomes.

Praia Grande vê o fim de oito anos de governo de seu atual prefeito e pode ter segundo turno pela primeira vez na história enquanto oito candidatos disputam a preferência do eleitorado: Alexandre Cunha (Republicanos), Danilo Morgado (PSL), Delegado Comin (Podemos), Erika Pedrosa (PRTB), Janaina Ballaris (PL), Jasper Sol (PSOL), Professor Maurício (PT) e Raquel Chini (PSDB). Ao todo, 514 moradores se colocaram como candidatos a vereador, um recorde.

Também com o prefeito tentando se reeleger, Cubatão tem mais candidatos à Prefeitura que algumas cidades vizinhas maiores, são nove ao todo. Ademario Oliveira (PSDB), Doda (PROS), Fabio Mello (PSOL), José Hilario (PTC), Kadu (PMN), Paula Ravanelli (PT), Pedro de Sá (PTB), Toninho Vieira (PP) e Wagner Moura (Republicanos). A Câmara dos Vereadores é alvo de 330 candidatos.

Itanhaém elegerá um nome inédito para ocupar o cargo máximo da Prefeitura e também tem oito candidatos ao Executivo: Capitão Galvão (PRTB), Cesar Lima (Patriota), Cris Forssell (Podemos), Marcelo Strama (PSB), Paulo Munhoz (PTC), Poliana Fé (PSOL), Tiago Cervantes (PSDB) e Wilton Brito (PT). À Casa de Leis concorrem 260 candidaturas diferentes.

Mais um município com possibilidade de reeleger o atual prefeito, Bertioga conta com oito candidaturas. Caio Matheus (PSDB), Kaled (DC), Lucília Goulart (PL), Orlandini (PSL), Paulo Cezar (PTC), Professora Lucélia (PT), Sidmar (PRTB) e Silvio Magalhães (PSB). Ao todo, 160 candidatos a vereador estão no páreo, o menor número na Baixada Santista em 2020.

Peruíbe também tem o chefe do Executivo na disputa e um total de nove nomes. Alex Matos (Podemos), Barros (PP), Cabo Anderson Proerd (Patriota), Edson Muhlmann (Rede), Emer (DC), Gilberto Giba (PSOL), Janaina Corrêa (PT), Kaio Lima (Republicanos) e Luiz Mauricio (PSDB). O município tem 323 candidatos ao Legislativo.

Com o menor número de candidatos, Mongaguá fecha a lista com cinco pleiteantes ao cargo de prefeito. Antonio Timóteo (PT), Marcelo Conceição (PTC), Márcio Cabeça (Republicanos), Renato Donato (PSB) e Rodrigo Casa Branca (PSDB). Um total de 200 nomes disputam uma cadeira na Câmara.

Hoje, eleitores de todo país, menos do Distrito Federal, irão às urnas. O voto para vereador será o primeiro. O eleitor digitará cinco números na urna eletrônica e na sequência, vai digitar outros dois números para o cargo de prefeito. De acordo com as regras sanitárias definidas pela Justiça Eleitoral para as eleições, por causa da pandemia do novo coronavírus, as seções serão equipadas com álcool em gel, que deverá ser usado antes do cidadão usar a urna. O uso de máscara é obrigatório.

Os locais de votação, que receberão quase 148 milhões de eleitores aptos a participar do pleito na Baixada Santista e em todo o restante do Brasil, estão abertos das 7h às 17h (considerando o horário local) neste primeiro turno. Os resultados devem ser divulgados entre 18h e 23h.