Dilma exalta 'trabalho e esforço' em aniversário de São Paulo

Presidenta enaltece a cidade de São Paulo, que completa 459 anos nesta sexta-feira (25).

Comentar
Compartilhar
25 JAN 201316h52

A presidenta Dilma Rousseff enalteceu a capital paulista, que completa 459 anos nesta sexta-feira (25), e afirmou estar muito feliz por estar na cidade. "Sempre que venho aqui é importante reconhecer que São Paulo é um local de trabalho, esforço e empreendedorismo", disse, em discurso no Palácio dos Bandeirantes, durante o lançamento do projeto do primeiro Centro Integrado de Avaliação e Laboratório de Condições ao Atleta Paralímpico, com vistas à Olimpíada de 2016

"É um projeto no sentido de emitir, de projetar uma imagem do Brasil como um País que quer, sim, se transformar numa das grandes potências paralímpicas do mundo, um centro de excelência " Dilma ressaltou que um país tem sua dimensão projetada e reconhecida não somente por valores econômicos, que também são importantes. "Mas (o Brasil) precisa ser reconhecido pelo seu valor moral, o da cidadania plena. Das pessoas podendo realizar seu potencial. Temos a obrigação de sustentar com que todos os brasileiros tenham direito e acesso a oportunidades. E é isso que estamos mostrando aqui", declarou a uma plateia formada por autoridades e atletas paralímpicos.

Segundo ela, é crucial o apoio dos governos para que um atleta tenha alto rendimento e conquiste vitórias. "Mais vitórias para se transformarem em atletas de alto rendimento e transformem tudo isso em conhecimento."

A presidente disse ainda que o momento é especial, pois se trata de uma "escolha fantástica" o fato de o lançamento do projeto acontecer no dia do aniversário de São Paulo, que é um "Estado que chegou lá com seu esforço, que começou com alguns portugueses e muitas famílias indígenas."

Dilma aproveitou a ocasião para parabenizar o prefeito. "Meu querido Fernando Haddad, minha querida Ana Estela (Haddad, mulher do prefeito), é uma coincidência feliz que São Paulo e Fernando Haddad façam aniversário no mesmo dia", disse, referindo-se aos 50 anos que o petista completa nesta sexta-feira.

Estiveram presentes o vice-presidente da República, Michel Temer, os ministros Aldo Rebelo (Esportes), Aloizio Mercadante (Educação) e Marta Suplicy (Cultura), além do governador do Estado, Geraldo Alckmin, do presidente em exercício do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado, o presidente da Caixa Federal, Jorge Hereda, entre outras personalidades.