Dilma evita dar palpite sobre resultado de Brasil e Chile

A presidente reagiu com bom humor ao ser questionada se vai entregar a taça à seleção vencedora na final da Copa. Ela respondeu: “ganhando, eu faço qualquer negócio”

Comentar
Compartilhar
27 JUN 201420h24

A presidenta Dilma Rousseff não quis arriscar um placar para o jogo entre Brasil e Chile, amanhã (28), em Belo Horizonte, e, num gesto para afastar a má sorte, bateu na madeira. A presidenta fez a brincadeira na saída da Convenção Nacional do PCdoB, em resposta a uma pergunta de jornalistas.

Dilma reagiu com bom humor ao ser questionada se vai entregar a taça à seleção vencedora na final da Copa. Ela respondeu: “ganhando, eu faço qualquer negócio”. Mais cedo, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, informou, em entrevista coletiva, que a taça será entregue por Dilma e pelo presidente da entidade,  Joseph Blatter.

Na mesma entrevista, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, explicou que a participação da presidenta na final já estava confirmada, mas a entrega da taça foi decidida recentemente pela Fifa. Ele acrescentou que não haverá discursos na final.

A presidenta Dilma Rousseff não quis arriscar um placar para o jogo entre Brasil e Chile (Foto: Ricardo Sttuckert Filho/PR)