Dilma é aguardada no AC por petistas e manifestantes contrários ao governo

Em maior número, os petistas tentam afastar os adversários da pista em frente ao terminal de desembarque

Comentar
Compartilhar
11 MAR 201515h49

A presidente Dilma Rousseff desembarca na tarde desta quarta-feira, 11, em Rio Branco, no Acre, para um encontro com desabrigados das enchentes do Estado. O clima no aeroporto da capital acriana é de tensão. De um lado, 120 militantes da Juventude do PT e, de outro, oito manifestantes que carregam cartazes contra a presidente.

Em maior número, os petistas tentam afastar os adversários da pista em frente ao terminal de desembarque. "Aqui no Estado, somos maiores que a oposição a Dilma. A militância acredita no projeto dela", afirmou Ieve Terra Nova, 21 anos, que, com um megafone, comanda os simpatizantes da presidente.

"Num Estado em que Dilma perdeu para Aécio Neves, essa manifestação a favor não representa a política do Acre", afirmou por sua vez, Marcelo Oliveira, 26 anos, um dos oito que protestam contra a presidente. Há pouco, policiais que fazem a segurança do local separaram os dois grupos para evitar o confronto.

O desembarque de Dilma está previsto para as 13h40 (horário local e 15h40 horário de Brasília). Pela programação divulgada pelo Palácio do Planalto, a presidente avaliará a situação dos desabrigados numa reunião com prefeitos e o governador Tião Viana no próprio aeroporto. Depois, ela visitará desabrigados que estão no Ginásio do Sesi na capita. A presidente termina a visita ao Acre com a entrega de 967 casas do programa Minha Casa Minha Vida no bairro Cidade do Povo. Às 17h45 (horário local), Dilma embarca de volta para Brasília.

O clima no aeroporto da capital acriana é de tensão para a chegada da presidente Dilma (Foto: Mateus Pereira/GOVBA)