X
Política

Dilma defende 'eleição livre' e candidatura de Lula em mensagem de fim de ano

Dilma também desejou, na sua mensagem, que, no novo ano que chega, haja a 'reconquista' da democracia

Dilma defende 'eleição livre' e candidatura de Lula / Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) defendeu a candidatura à Presidência da Reública de seu correligionário e antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, em uma mensagem de fim de ano publicada em seu site neste domingo, dia 31.

"Que em 2018 tenhamos uma eleição realmente livre. Livre de exclusões e livre de manobras políticas e judiciais com o objetivo de interditar candidatos. Que em 2018 o presidente Lula possa concorrer", escreveu Dilma.

Lula pode ser impedido de disputar o pleito em 2018 caso sua condenação em primeira instância pelo juiz Sergio Moro seja confirmada em segunda instância, em julgamento marcado para o dia 24 de janeiro no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). O petista foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão no caso do triplex do Guarujá (SP), um dos processos decorrentes das investigações da Operação Lava Jato.

Dilma também desejou, na sua mensagem, que, no novo ano que chega, haja a "reconquista" da democracia. "Que 2018 seja o ano em que estaremos unidos pela recuperação do Brasil. Que 2018 seja o ano da reconquista da democracia, da força do voto para garantir os nossos direitos e oportunidades."

 

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Sócia proprietária de pet shop em Santos é encontrada morta e amarrada dentro de baú

O pai da vítima relatou aos policiais que a empresária tinha um relacionamento na cidade, mas havia recentemente descoberto mentiras de seu companheiro e pretendia terminar com ele

Brasil

No BBB, Jade Picon tapou o umbigo com um esparadrapo, mas você sabe o que isso significa?

A superstição de tapar o umbigo é uma crença muito antiga

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software