Deputados da lista de Janot deixam CPI que investiga esquema na Petrobras

Partidos como PSDB, PPS e PSOL pressionam para que eles deixassem a comissão criada para investigar na Câmara o esquema

Comentar
Compartilhar
10 MAR 201519h05

Os dois integrantes da CPI da Petrobras investigados sob suspeita de envolvimento no esquema de corrupção da estatal, os deputados Lázaro Botelho (PP-TO) e Sandes Júnior (PP-GO), serão substituídos nesta terça-feira, 10. Os dois não compareceram à sessão de hoje.

Partidos como PSDB, PPS e PSOL pressionam para que eles deixassem a comissão criada para investigar na Câmara o esquema. Sandes Júnior disse que deixou a CPI por ter outras atividades que o impediam de comparecer às sessões como suplente. "Além de deputado, tenho outras atividades. Sou radialista. Nunca participei (das sessões).

Pedi que o líder (o deputado Eduardo da Fonte) me substituísse", afirmou. Ele disse que, "de certa forma", a inclusão do seu nome na lista de investigados contribuiu para sua decisão. "Esqueceram dos outros e só focaram em mim, só ligavam para mim. Eu não devo nada. Estou tranquilo", afirmou o deputado por Goiás acrescentando que deixou à disposição os sigilos bancário e fiscal dele, da família e de funcionários que autorizaram que isso fosse feito.

A reportagem não conseguiu contatar Lázaro Botelho. O PP confirmou a saída do deputado.