Deputada Rosana Valle deverá sair do PSB

Núcleo do partido entende que a candidatura da deputada federal Rosana Valle, parlamentar eleita pela sigla, não representa a maioria absoluta dos militantes do Partido em Santos

Comentar
Compartilhar
01 JUN 2021Por Carlos Ratton17h41
Rosana Valle é deputada federal eleita pelo PSBRosana Valle é deputada federal eleita pelo PSBFoto: DIVULGAÇÃO

Se não for por livre iniciativa, poderá ser por imposição partidária. Pelo menos é isso que induz uma nota oficial do chamado Núcleo PSB Autêntico, do Partido Socialista Brasileiro da cidade de Santos, após reunião virtual ocorrida na noite da última segunda-feira (31).

No encontro, ficou decidido que o Núcleo pleiteará, junto à Convenção Estadual do Partido, em 2022, a indicação de candidatos aos cargos de deputado federal e estadual nas próximas eleições, com nomes compromissados com os anseios e as bandeiras da esquerda democrática.

O Núcleo entende que a candidatura da deputada federal Rosana Valle, parlamentar eleita pela sigla, não representa a maioria absoluta dos militantes do Partido em Santos.

Entende ainda que, por ser a cidade polo da Região Metropolitana da Baixada Santista, precisa ter candidato a deputado estadual. Para tanto, houve a indicação de três nomes para deputado federal e dois para deputado estadual que serão avaliados por uma prévia interna dos componentes do Núcleo, que, ao final, deliberará sobre quem os representará.

A nota foi assinada pelo dirigente do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo (Sindpd), Jerônimo Correia Bitencourt e pelos jornalistas Adelino Rodrigues (ex-vereador) e Benedito Furtado (vereador).

Não é de hoje que a direção santista da sigla vem mostrando descontentamento com algumas atitudes da deputada em relação aos projetos do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

ESTADUAL.

A direção estadual do PSB informou que está recebendo as indicações de todas as lideranças municipais para o pleito de 2022 e, na sequência, uma comissão eleitoral vai definir as legendas que serão confirmadas. “Como temos um candidato a governador, o importante é termos candidaturas competitivas em todas as regiões administrativas do Estado”, resumiu em nota.

Procurada, a Rosana Valle respondeu que acatará a decisão do Diretório do PSB no Estado de São Paulo, que homologou sua candidatura vitoriosa em 2018.