Cresce incerteza com possibilidade de Chávez não tomar posse

Posso do presidente venezuelano está marcada para a quinta-feira (10), mas, ao que tudo indica, Chávez continua internado em Cuba.

Comentar
Compartilhar
08 JAN 201309h00

 A expectativa de que a posse de Hugo Chávez não ocorra na quinta-feira (10) está aumentando a incerteza na Venezuela, afirmam analistas. O estado de saúde de Chávez permanece em sigilo e tudo indica que ele não conseguirá participar da cerimônia.

Os investidores acreditavam que novas eleições seriam realizadas, mas essa possibilidade está sendo descartada com as afirmações dos chavistas de que a cerimônia de posse não é necessária por se tratar de uma reeleição. Com a incerteza, cresceu o custo para assegurar a dívida da Venezuela contra um possível default. Segundo a Markit, o spread dos swaps de default de crédito (CDS, na sigla em inglês) da Venezuela subiu para 605 pontos-base, de 581 pontos-base na sexta-feira.

As informações são da Dow Jones.

Chávez foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor maligno na região pélvica, no último dia 11. (Foto: Divulgação)