Contas de Farid ficam para 2013

Gilberto Benzi (PDT) pede vistas e joga a decisão das contas de 2007 para março do ano que vem.

Comentar
Compartilhar
12 DEZ 201210h01

Na última sessão legislativa do ano, realizada nesta terça-feira (11), a Câmara de Vereadores de Guarujá passou a responsabilidade de rejeição ou aprovação das contas públicas de 2007, do ex-prefeito Farid Said Madi (PDT), para a próxima legislatura. Somente em março, após recesso parlamentar, é que Farid será julgado.

O adiamento do julgamento ocorreu porque o vereador Gilberto Benzi (PDT) pediu vistas ao processo, alegando a necessidade de uma análise mais detalhada.   
As contas tiveram parecer desfavorável do Tribunal de Contas do Estado (TC-SP), que sugeriu a reprovação.   
 
Os motivos principais foram o não pagamento de precatórios e a insuficiente aplicação dos recursos em prol da Saúde, enquanto a legislação determina que sejam investidos 15%, ele aplicou 14,42%.
 
 
Ex-prefeito terá suas contas julgadas somente em 2013, após recesso parlamentar que durará até março (Foto: Luiz Torres/ DL)
 
Contas 2005 e 2006
 
As contas 2005 e 2006 do ex-prefeito também tiveram pareceres desfavoráveis. Porém, embora reprovadas pelo Legislativo, o julgamento foi anulado pela Justiça, pois a defesa do ex-prefeito alegou que ele não foi encontrado e, consequentemente, não conseguiu apresentar defesa.
 
Com referência às contas de 2007, por exemplo, isso não iria acontecer, pois segundo o Departamento Jurídico da Câmara, no último dia 3, o oficial de Justiça conseguiu intimar o ex-prefeito a apresentar sua defesa. 
 
Dos atuais vereadores, somente Edilson Dias (PT); Gilberto Benzi (PDT); Nicolaci Fincati (PDT); Marcelo Squassoni (PRB) e Jaime Ferreira (PMDB) foram reeleitos.  A próxima legislatura contará com 12 novos vereadores.