Com 53% dos votos válidos, Kayo Amado lidera pesquisa na reta final em São Vicente

Após ascensão meteórica nas eleições de 2016, mas derrota no primeiro turno, o candidato do Podemos dá sinais de que não repetirá o resultado

Comentar
Compartilhar
27 NOV 2020Por LG Rodrigues07h00
Kayo Amado, do Podemos, aparece com 53% dos votos válidos, contra 47% de Solange Freitas, do PSDBFoto: Divulgação

A jornalista Solange Freitas (PSDB) pode estar prestes a sofrer uma virada na corrida eleitoral pela Prefeitura da cidade de São Vicente. Ao menos é isso que uma pesquisa realizada durante toda a quinta-feira (26) por uma equipe de entrevistadores aponta.

O levantamento contratado pelo Diário do Litoral foi totalmente realizado pela GovNet Pesquisa, empresa pertencente aos mesmos proprietários do Instituto Opinião Pesquisa, durante o dia 26 de novembro para que o resultado fosse o mais fidedigno possível. Ao todo, 400 pessoas foram entrevistadas durante o período e a margem de erro está firmada em 4,9% para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Toda a pesquisa pode ser encontrada no portal do Tribunal Superior Eleitoral sob o registro SP-09974/2020.

A vantagem de Kayo Amado (Podemos) contra a peessedebista já é perceptível na pesquisa espontânea, quando os entrevistados não recebem opções de respostas. Ao todo, 42,8% dos eleitores responderam que elegeriam Kayo Amado, enquanto 36% revelaram preferência pela candidatura de Solange Freitas. A diferença entre ambos nesta categoria é de 6,8%. Um total de 0,2% de pesquisados respondeu outros nomes, enquanto 3,8% disseram que pretendem anular o voto ou optar pelo voto em branco. 17,2% ficaram indecisos.

Quando se tratou da pesquisa estimulada, onde as opções são apresentadas aos eleitores, 46,4% revelaram preferência pela candidatura do escolhido do Podemos e 41,1% se decidiram pela tucana. 3,8% insistiram que optariam pelo voto branco ou nulo e 8,7% ainda demonstraram indecisão.

Ao calcular o número de votos válidos, Kayo Amado terminou a contagem com 53% e Solange Freitas ficou com 47%.

Freitas e Amado chegaram ao segundo turno das eleições para a Prefeitura de São Vicente após uma conturbada campanha eleitoral. A jornalista sofreu um ataque a tiros enquanto estava em um carro junto de seu vice, Gil do Conselho, e de integrantes de sua equipe de campanha no dia 11 de novembro.

Na véspera do dia da votação, um homem chegou a se apresentar às autoridades afirmando que ele seria o autor dos quatro disparos efetuados contra o carro de Solange Freitas e disse que todo o ataque a tiros havia sido planejado pela própria equipe da candidata tucana.

Apesar disso, entretanto, a Polícia Civil rapidamente identificou inconsistências na versão apresentada pelo suspeito, além de indícios que apontavam que o homem não seria o mesmo registrado em vídeos.

Antes do atentado, as pesquisas eleitorais feitas por diversos veículos de comunicação apontavam para uma disputa voto a voto e muito próxima entre Solange Freitas, Kayo Amado e o atual prefeito Pedro Gouvêa (MDB) com o candidato do Podemos à Frente dos três. Apesar disso, entretanto, o resultado final do primeiro turno apontou Solange Freitas como líder na contagem dos votos com 67.558 votos, o que representou 41,47% do eleitorado vicentino. A jornalista foi seguida a certa distância por Kayo Amado, que conquistou 55.307 votos em uma porcentagem total de 33,95%. O 2º turno será realizado neste domingo (29).