X

Política

Ciro Gomes diz ser contra presença de Haddad em debates presidenciais

Segundo ele, o candidato do partido é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e não faz sentido que um substituto compareça ao confronto eleitoral

Folhapress

Publicado em 14/08/2018 às 18:19

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Ciro acusou seus adversários de imitarem tudo o que ele tem proposto, como a redução da lista de devedores e mudança na cobrança do ICMS / Agência Brasil

O presidenciável do PDT, Ciro Gomes, respondeu nesta terça-feira (14) a cobrança pública feita pelo candidato a vice-presidente do PT, Fernando Haddad, e disser ser contra sua presença nos debates televisivos.

Segundo ele, o candidato do partido é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e não faz sentido que um substituto compareça ao confronto eleitoral. 

Por essa lógica, segundo ele, Jair Bolsonaro, do PSL, poderia ser trocado pelo seu candidato a vice-presidente, o general Hamilton Mourão.

"Eu acho que não [deve participar]. Quem é o candidato a presidente do PT? É o Lula. Por que o Haddad vai para os debates? Isso depende de mim? Então, o Bolsonaro pode mandar Mourão", ressaltou.

Na segunda-feira (13), Haddad disse que seus adversários deveriam se manifestar a favor de sua participação e lembrou que defendeu, em 2016, a presença de Luiza Erundina (PSOL) nos debates a prefeito de São Paulo. 

"O PT é meu adversário", disse Ciro. "O PT é fortemente responsável por esse momento que estamos vivendo. Não foi o PT que escolheu Michel Temer? O PT escolheu Michel Temer ou fui eu quem escolhi?", acrescentou.

O candidato participou nesta terça-feira (14) de seminário promovido por entidades de comércio e serviço com os principais presidenciáveis, em Brasília.

IMITAÇÃO

No evento, Ciro acusou seus adversários de imitarem tudo o que ele tem proposto, como a redução da lista de devedores e mudança na cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

"Tudo o que eu falo agora os meus adversários estão copiando. É uma coisa boa porque as boas ideias devem ser de todos, mas é muito chato na medida que você ainda não ganhou a eleição. O PT chegou a copiar frase e nome. Já não chega ter tido 13 anos para fazer e não ter feito", afirmou.

Ele criticou ainda análise de especialistas e economistas, consultados pela Folha, de que a proposta de tirar o nome dos brasileiros do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) é vaga.

"Você acha mesmo que eu faria uma proposta que não tenha sido detalhadamente estudada? O problema é que meus adversários estão imitando tudo e eu quero que as pessoas discutam [as propostas]. A crítica para mim não é ruim, é bem-vinda", disse.

Segundo ele, diante de crítica, decidiu que, caso seja eleito, a medida só valerá para os brasileiros que estavam com o nome sujo até o dia 20 de julho, quando anunciou a iniciativa.

"Essa crítica me chamou a atenção de que não deve valer para a frente para não estimular ninguém a fazer crédito e depois não pagar de propósito", disse.

PRISÃO

Na apresentação, Ciro defendeu o combate à corrupção e classificou o presidencialismo de coalizão como uma "roubalheira" que torna o presidente um "testa de ferro".

Sobre o combate à violência, ele defendeu a federalização de crimes relacionados ao narcotráfico e a facções criminosas, "da origem da investigação até a segregação penitenciária".

"Todo o comando do PCC (Primeiro Comando da Capital) está nos presídios de São Paulo, porque fizeram acordo. Eu assumindo vai todo mundo para penitenciária federal, cela solitária e incomunicável", disse.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Monja Coen traz palestra à Baixada Santista na Semana da Mulher

Missionária irá falar sobre inspiração de vida em evento realizado na Ilha Porchat, em São Vicente

MUAY THAI

Portuários Stadium abre temporada com 10 lutas e momentos épicos em SV

Com o Rocket Sea Club como local dos combates, o evento contou com 20 atletas oriundos de cinco estados

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter