X

Política

Ciro: Brasileiro não quer segundo turno para ter que escolher entre facismo e PT

Ciro afirmou que o PT não pensa no Brasil há anos e só quer se perpetuar no poder.

Estadão Conteúdo

Publicado em 16/09/2018 às 22:38

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT). / Facebook/Ciro Gomes

O candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), criticou neste domingo o PT e seu candidato Fernando Haddad, e afirmou que o brasileiro não quer e não merece um segundo turno para ter que decidir entre um "fascista", se referindo a Jair Bolsonaro (PSL), e "as enormes contradições do PT".

Ciro afirmou que o PT não pensa no Brasil há anos e só quer se perpetuar no poder. Por isso fez alianças com o deputado Eduardo Cunha e os senadores Eunício Oliveira e Renan Calheiros, todos do MDB. " O PT está fazendo isso de novo, não aprendeu nada."

Ao ser questionado sobre as razões de seu irmão, Cid Gomes, estar apoiando Eunício no Ceará, Ciro disse que a pergunta teria que ser feita para seu irmão. "Eu sou contra o Eunício Oliveira e ele vota no Haddad."

"Quero unir o Brasil que produz e trabalha" disse Ciro Gomes, falando que sua candidatura é uma alternativa para a "polarização odienta" que tomou conta do País.

Ciro participou hoje da "Caminhada pela Paz", evento realizado no parque do Ibiraquera em São Paulo e que reuniu mulheres de eleitoras do ex-ministro, todas carregando uma rosa e vestindo branco.

Sobre o crescimento de Haddad nas pesquisas, Ciro afirmou que eleição tem essas reviravoltas e é preciso ter calma. Até a reta final, ainda haverá muitos momentos de emoção e viradas, disse ele. "Mas acredito em final feliz."

Em rápido discurso no evento, Ciro disse que o eleitor não deve se guiar por pesquisas de intenção de voto e se pautar pela responsabilidade.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Piranhas atacam 11 pessoas no interior de São Paulo

Os ataques aconteceram em Pereira Barreto, no interior de São Paulo

Polícia

Jovem de Praia Grande morre esfaqueado em Ribeirão Preto

Segundo a polícia, principal suspeita é a namorada; a mulher morava com a vítima e não aceitou o fim do relacionamento

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter