Cid Gomes recebe alta hospitalar e continua tratamento em casa

O secretário executivo, Luiz Cláudio Costa, continua respondendo pela pasta "até a plena recuperação do ministro", informa a nota

Comentar
Compartilhar
13 MAR 201519h28

O ministro da Educação, Cid Gomes, recebeu alta hospitalar hoje (13), segundo nota divilgada pelo Ministério da Educação (MEC). A pasta diz ainda que, por recomendação médica, ele deve manter repouso e continuar com o tratamento em sua residência. O secretário executivo, Luiz Cláudio Costa, continua respondendo pela pasta "até a plena recuperação do ministro", informa a nota.

Gomes foi internado terça-feira (10), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O ministro apresentou diagnóstico clínico tomográfico de sinusite, traqueobronquite aguda e pneumopatia, conforme boletim médico do hospital.

O ministro havia sido convocado para comparecer à Câmara dos Deputados, quarta-feira (11), para explicar as declarações de que há, no Congresso, “300 ou 400 achacadores” que se aproveitam da fragilidade do governo para levar vantagens. As declarações foram feitas no dia 27 de fevereiro, na Universidade Federal do Pará, durante reunião com professores e reitores de universidades federais.

Cid Gomes recebeu alta hospitalar e continuará o tratamento em casa (Foto: Agência Brasil)

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), chegou a criar uma comissão externa para verificar in loco o estado de saúde do ministro.

Também por meio de nota, o MEC disse, ainda no dia 11, que foi solicitado o agendamento de uma nova data para prestar os esclarecimentos solicitados pelo plenário da Câmara dos Deputados, "em momento posterior à liberação médica para retorno de suas atividades funcionais".