Cardozo se reúne com Romário, PF e Casa Civil sobre escândalo que envolve CBF

O Ministério da Justiça divulgou, nesta sexta, por meio de nota que os órgãos discutem uma ação conjunta para definir como serão conduzidas as investigações sobre o tema no Brasil

Comentar
Compartilhar
29 MAI 201515h37

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu nesta sexta-feira o senador Romário (PSB-RJ), o chefe da Polícia Federal, Leandro Daiello, o assessor-chefe da Assessoria Especial da Casa Civil, Diogo Sant'Ana, e o Secretário Nacional de Justiça, Beto Vasconcelos, para discutir uma ação que visa apurar se foram cometidos crimes no Brasil no suposto esquema de corrupção envolvendo dirigentes de futebol.

O Ministério da Justiça divulgou, nesta sexta, por meio de nota que os órgãos discutem uma ação conjunta para definir como serão conduzidas as investigações sobre o tema no Brasil.

A pasta disse ainda que o senador Romário, que é autor do pedido de CPI do Futebol no Congresso, vai se reunir com procurador-geral da República, Rodrigo Janot na próxima segunda-feira, para tratar do mesmo assunto.

Cardozo se reunião para discutir uma ação que visa apurar se foram cometidos crimes no Brasil (Foto: Agência Brasil)

Um novo encontro do Ministério da Justiça, da Polícia Federal e com parlamentares integrantes da CPI do Futebol está previsto para o próximo dia 15, na sede da Procuradoria-Geral da República e contará com a participação de Janot.