Câmara aprova orçamento de R$ 700 milhões para 2009

Agora a proposta segue para sanção do prefeito Farid Madi

Comentar
Compartilhar
09 FEV 201321h11

O projeto de lei que estima a receita e fixa as despesas para o Município de Guarujá, no próximo ano, no valor de R$ 699.895.000,00, foi aprovado em sessão extraordinária, ontem à noite, na Câmara Municipal. Agora a proposta segue para sanção do prefeito Farid Madi.

Das 13 emendas encaminhadas à peça orçamentária, apenas duas foram aprovadas pelos vereadores. Uma das emendas destina R$ 500 mil para o Hospital Santo Amaro e outra, 126 mil para o Conselho Tutelar.

Já as emendas do líder de Governo, vereador Ituo Sato, que tratavam de transposição de recursos de uma secretaria para outra, estipulando um teto para remanejamento de 10%, 15% e 20%, sem a autorização do Legislativo, foram rejeitadas.

A aprovação das emendas de Sato preocupava a prefeita eleita Maria Antonieta de Brito (PMDB), que declarou, na sessão da última terça-feira, necessitar poder remanejar 50% da dotação para as pastas que mais precisam como Saúde, Educação e Área Social.

Planta Genérica

Ainda ontem foi convocada outra sessão extraordinária para votação em primeira discussão da Planta Genérica de Valores. O projeto foi aprovado e retorna ao plenário para discussão e votação final.