X

Política

Cabo Daciolo tem registro de candidatura à Presidência aceito no TSE

A vice é a Professora Suelene Balduíno, também do partido Patriota

Agência Brasil

Publicado em 23/08/2018 às 13:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Cabo Daciolo, 42 anos, foi filiado ao PSOL, PTdoB e Avante / Reprodução/Facebook

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (23), por unanimidade, o registro de candidatura de Cabo Daciolo, do partido Patriota, à Presidência da República. A vice é a Professora Suelene Balduíno, do mesmo partido.

Integrante do Corpo de Bombeiros, Cabo Daciolo, 42 anos, foi filiado ao PSOL, PTdoB e Avante. Ele ganhou notoriedade em 2011 por liderar a greve da categoria no Rio de Janeiro e foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro nas eleições de 2014.

Foi lançado pré-candidato em 28 de março de 2018 pelo Patriota, antigo PEN. Não apresentou lista de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O primeiro turno das eleições ocorre no dia 7 de outubro. De acordo com o TSE, mais de 27,6 mil candidatos a presidente, governador, senador e deputado federal, estadual e distrital vão disputar os votos de 147,3 milhões de eleitores brasileiros. 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter