Bruno Covas vai permanecer no cargo durante tratamento contra câncer

As reuniões de trabalho aconteceram no próprio Hospital Sírio-Libânes

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2019Por Agência Brasil12h55
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse ontem (29) que vai continuar no cargo durante o tratamento que está realizando para combater o câncer. Covas, que fez nesta terça-feira a primeira sessão de quimioterapia, ressaltou que está despachando e fazendo reuniões de trabalho no próprio Hospital Sírio-Libanês, onde está internado.

“Os médicos me autorizaram, a gente continua a governar a cidade de São Paulo, hoje mesmo tive reunião com secretários municipais, despachei aqui do hospital mesmo. Enfim, é vida que segue, colocando não apenas a minha saúde, mas a cidade de São Paulo em primeiro lugar”, disse o prefeito em um vídeo publicado em suas redes sociais.

“A cidade não pode parar, a cidade não tem como ficar em segundo plano, e eu tenho certeza que a gente vai conseguir tocar as duas coisas, vamos vencer esse câncer, e vamos continuar a governar a cidade de São Paulo”, acrescentou.

A primeira sessão de quimioterapia, iniciada na manhã de ontem, deverá se estender por cerca de 30 horas contínuas. Concomitante ao tratamento, no começo da tarde, Covas recebeu os secretários do Governo, Mauro Ricardo, e da Fazenda, Philippe Duchateau, para tratar sobre o plano de execução orçamentária do município. Em seguida, o prefeito se reuniu com o secretário de Comunicação, Marco Antonio Sabino. 

Ele também teve reunião com o chefe de gabinete, Vitor Sampaio, e com o secretário-executivo, Gustavo Pires. Pela manhã, o prefeito recebeu a visita do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Na agenda de hoje (30) do prefeito há seis reuniões marcadas, no período das 11 h às 16 h, no Hospital Sírio-Libanês.