Bruno Covas assumirá prefeitura em abril após renúncia de tucano

Com passagens pelo legislativo, esta será a sua primeira ação como líder do Executivo

Comentar
Compartilhar
19 MAR 2018Por Folhapress19h50
Bruno Covas é neto de Mário Covas (1930-2001)Foto: Divulgação/Fotos Públicas

Bruno Covas será o prefeito de São Paulo a partir de abril, quando João Doria vai renunciar ao cargo para disputar o governo paulista. Com passagens pelo legislativo, esta será a sua primeira ação como líder do Executivo.

Bruno nasceu em Santos, no dia 7 de abril de 1980. É neto de Mário Covas (1930-2001), que, entre outras atuações políticas, governou o estado de São Paulo entre 1995 e 2001.

Sempre foi filiado ao PSDB, partido pelo qual o seu avô se consagrou. Seu começo na política foi em 2004, quando concorreu, na chapa de Raul Christiano, a vice-prefeito de Santos. Derrotado, seguiu, em 2005, para trabalhar como assessor da liderança do governador Geraldo Alckmin (PSDB)na Assembleia Legislativa, função que exerceu por dois anos.

Em 2006, concorreu a deputado estadual, e foi eleito com 122 mil votos. Em 2010, conseguiu a reeleição, dessa vez com 239 mil votos. No ano seguinte, se licenciou para assumir o cargo de secretário estadual do Meio Ambiente.

Em sua primeira disputa nacional, foi eleito deputado federal em 2014. Saiu do cargo em 2016 para entrar na chapa de João Doria pela prefeitura de São Paulo. Em abril, mês em que vai completar 38 anos, vai assumir a maior cidade do país.

Bruno formou-se em direito pela USP (Universidade de São Paulo) em 2002 e em economia pela PUC (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), em 2005.