Bolsonaro não pediu reembolso de internação hospitalar à Câmara

Empresários que apoiam o candidato se prontificaram a arcar com os custos do tratamento, mas disseram que o presidenciável recusou a oferta

Comentar
Compartilhar
25 OUT 2018Por Folhapress18h40
Jair Bolsonaro (PSL) ainda não pediu reembolso pela internação no Hospital Israelita Albert Einstein à CâmaraJair Bolsonaro (PSL) ainda não pediu reembolso pela internação no Hospital Israelita Albert Einstein à CâmaraFoto: Divulgação/Fotos Públicas

O candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) ainda não pediu reembolso pela internação no Hospital Israelita Albert Einstein à Câmara dos Deputados, informou a assessoria da Casa. O deputado federal pode entrar com o pleito a qualquer tempo.

Ele deixou o hospital em 29 de setembro, após 23 dias internado. Bolsonaro foi esfaqueado em 6 de setembro em Juiz de Fora (MG).

Empresários que apoiam o candidato se prontificaram a arcar com os custos do tratamento, mas disseram que Bolsonaro recusou a oferta. A família mencionou o plano de saúde da Câmara a que o deputado tem direito.

O Einstein, um dos hospitais mais conceituados do país, não fornece informações sobre custos de tratamento de pacientes.