X

Política

Bolsonaro e Haddad ampliam índice de conhecimento de eleitores no Datafolha

Os dois candidatos foram os que mais conseguiram ampliar neste mês a quantidade de eleitores que os conhecem

Folhapress

Publicado em 12/09/2018 às 15:26

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O levantamento mostrou que 86% dos entrevistados conhecem Bolsonaro, ante 65% de Haddad. / Divulgação

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) foram os que mais conseguiram ampliar neste mês a quantidade de eleitores que os conhecem, de acordo com a mais recente pesquisa do Datafolha.

O levantamento, feito na última segunda-feira (10), após dez dias de horário eleitoral na TV, mostrou que 86% dos entrevistados conhecem Bolsonaro, ante 65% de Haddad.

Na pesquisa anterior, em agosto, Bolsonaro tinha 79% nessa taxa e Haddad, 59%. O candidato do PSL lidera as intenções de voto com 24%.

A pesquisa foi feita quatro dias depois do esfaqueamento em um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), o que acabou chamando atenção para a candidatura dele.

Um nível de conhecimento intermediário é uma vantagem por sugerir um potencial de crescimento da candidatura, mas pode também indicar um problema para o candidato quanto mais perto do dia da votação.

Entre os presidenciáveis, Marina Silva (Rede) é a mais conhecida, com 91%. Nas pesquisas anteriores, o índice dela oscilou entre 94 e 90%. Ela disputa sua terceira eleição presidencial seguida.

O tucano Geraldo Alckmin é conhecido por 88% dos entrevistados, índice que também tem oscilado pouco desde junho.

Já Ciro Gomes (PDT) tinha 77% nessa taxa em junho e agora está com 85%.

Henrique Meirelles (MDB), que tem o terceiro maior tempo de TV, passou de 56% no levantamento anterior para 60% agora. Ele supera Alvaro Dias (Podemos), com quem aparece empatado nas intenções de voto e que é conhecido por 49%.
A pesquisa foi feita no dia 10 de setembro de 2018, com 2.804 entrevistas presenciais, em 197 municípios, com eleitores de todas as regiões do país. A margem de erro máxima é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, para o total da amostra. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE com o número BR 02376/2018.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Frente fria, te amo: tempo muda e calor dos infernos vai embora

Aqui quem escreve este texto é o estagiário. E vou comemorar o fim do calor sim

Nacional

Lula assina lei que regulamenta motoristas de aplicativo

Os motoristas vão passar a receber pelo menos um salário mínimo como proporção pelas horas trabalhadas e compensação pelos custos de atividade

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter