Ato na Câmara Municipal

Representantes de cinco entidades ligadas à Educação participaram, na manhã de ontem, de ato público na Câmara de Santos

Comentar
Compartilhar
25 FEV 201322h11

O encontro coordenado pela Apeoesp, aconteceu no plenário Ulysses Guimarães. Entre as entidades presentes, estavam o Centro do Professorado Paulista (CPP), o Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação (FUSE), a Associação dos Professores Aposentados do Magistério Público do Estado de São Paulo (Apampesp) e União dos Diretores Especialistas do Magistério Oficial (UDEMA).

Segundo o secretário geral da Apeoesp, professor Fábio de Moraes, o objetivo do encontro foi buscar o apoio dos vereadores às reivindicações da categoria. Os educadores querem a incorporação das gratificações ao salário dos trabalhadores ativos, aposentados e servidores públicos da Educação.

Outro tema discutido foi o projeto de lei de autoria do Governo do Estado que reformula a Previdência do funcionalismo público. O texto excluía benefícios aos professores substitutos, classificados como OFAs, de acordo com a coordenadora regional da Apeoesp, professora Célia Amado.

Mas, segundo Fábio, a categoria pressionou o Governo em assembléia realizada Legislativo estadual, na semana passada, e o projeto acabou sendo alterado e retornará à Assembléia Legislativa para apreciação. A nova redação também será avaliada pelo departamento jurídico da Apeoesp.

A vereadora Sueli Morgado afirmou que a Câmara deve elaborar uma moção de apoio aos educadores para que o Estado atenda às reivindicações. O ato público será realizado nas principais cidades do Estado até o mês de junho. Moraes afirmou que a regionalização do ato público tem por objetivo conseguir o apoio de vereadores, uma vez que há servidores do Estado na Educação, em todas as cidades do Estado. Nesta sexta-feira, a categoria promove novo manifesto na Assembléia Legislativa, para pressionar o Estado a atender suas reivindicações.