Após vigília com luau, cochilo e samba, começa preparação para missa

Em clima pacífico, a vigília se estendeu por toda a madrugada deste sábado (7).

Comentar
Compartilhar
07 ABR 2018Por Folhapress09h08
Por volta de 1h15, os gritos de ordem deram lugar novamente ao samba no carro de som.Por volta de 1h15, os gritos de ordem deram lugar novamente ao samba no carro de som.Foto: Divulgação/MST

Era pouco antes da 1h da madrugada quando o samba no carro de som deu lugar aos apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com os gritos de "Lula Livre", "Lula Guerreiro, do Povo Brasileiro" e "Olê, Olê Olá, Lula, Lula!".

Mas, por volta de 1h15, os gritos de ordem deram lugar novamente ao samba no carro de som.

Em clima pacífico, a vigília se estendeu por toda a madrugada deste sábado (7).

Às 2h30, era pequena a concentração de apoiadores em frente ao prédio. Boa parte aproveita os espaços disponíveis dentro do edifício para dormir.

Mas, logo ao amanhecer, por volta das 6h, apoiadores do ex-presidente que permaneceram acordados durante a madrugada faziam um luau na escadaria do Sindicato dos Metalúrgicos. Outros simpatizantes continuavam dentro do prédio.

MISSA

Citando o Instituto Lula, a assessoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC confirmou que a missa em homenagem às ex-primeira-dama Marisa Letícia vai começar às 9h30, do lado de fora do edifício.

Funcionários do sindicato pediram para os simpatizantes do ex-presidente Lula desocuparem os andares do prédio para limpeza e se dirigirem ao térreo.