Angra dos Reis monta posto de coleta de doações para vítimas das chuvas no município

O volume de doações, no entanto, ainda não atende às necessidades dos cinco abrigos.

Comentar
Compartilhar
05 JAN 201307h34

A Secretaria de Ação Social de Angra dos Reis, no litoral sul fluminense, montou um posto de coleta de doações para as vítimas das chuvas no município. Ele funciona no Colégio Estadual Artur Vargas (Ceav), na Rua Coronel Carvalho, no centro. O volume de doações, no entanto, ainda não atende às necessidades dos cinco abrigos, principalmente, de moradores do Morro da Carioca e da localidade de Santa Rita, onde nove casas foram destruídas e 38 estão interditadas.

“Olha a doações está chegando aos poucos e a maior parte está vindo da população que está se solidarizando com as vítimas. Nós estamos desde ontem aqui e amanhã estaremos novamente aqui espero na solidariedade de todos”, disse agente social Carla Adriana Barbosa Coelho, responsável pela coordenação do posto. Ela admitiu que o número de doadores ainda é pequeno e apelou pela solidariedade da população.

Segundo a assistente social, os gêneros mais necessários são alimentos não perecíveis e produtos de higiene. “Os abrigos estão com grande carência de toalhas de banho, xampu, roupas de cama e sabão em pó e produtos de material de higiene e limpeza”. Até o momento, o Ceav recebeu material de cerca de 200 doadores, incluindo empresas e cidadãos.

No momento, aproximadamente 200 pessoas estão nos abrigos, segundo a Secretaria de Ação Social. Eles estão localizados no Colégio Estadual Conde Pereira Carneiro, no São Bento; na Escola Municipal José Luiz Ribeiro Reseck, no Frade; na Escola Municipal Cleusa Jordão, na Japuíba; na Escola Municipal Raul Pompeia, na Monsuaba; e na Escola Municipal Frei Bernardo, no Parque Mambucaba.