Aécio: perspectivas para os próximos três anos são ainda piores

Em nota, o tucano afirma que a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) resultou em quatro anos praticamente perdidos em termos de crescimento da economia

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201515h30

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse que o resultado do PIB brasileiro divulgado na manhã desta sexta-feira "coroa um dos mandatos mais medíocres da história econômica brasileira". Em nota, o tucano afirma que a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) resultou em quatro anos praticamente perdidos em termos de crescimento da economia. No ano passado, o PIB cresceu 0,1% em relação ao ano anterior, pior resultado do governo Dilma.

"Trata-se do retrato do fracasso de um experimento em que o Brasil foi feito de laboratório e os brasileiros, transformados em cobaias. Um modelo econômico que, a despeito das críticas e dos alertas, o PT levou adiante sem atentar para o óbvio: a realidade já havia mudado. Deu errado", diz o presidente nacional do PSDB em seu comunicado.

Aécio disse que o resultado do PIB brasileiro divulgado na manhã desta sexta-feira

Para Aécio, as perspectivas para os próximos três anos são ainda piores, tanto que o próprio Banco Central já admite recessão neste ano. E critica a presidente da República, dizendo que ela não poderá usar mais "a desgastada desculpa" de que a crise está lá fora. "Não, a crise é o governo que o Brasil tem." E avalia que o PT deve corrigir imediatamente a situação que seu próprio governo criou, sob risco de piora na economia, com reflexos negativos para o País.