Ademário Oliveira é reeleito em Cubatão

O ex-vereador Toninho Vieira (PP), ficou em segundo lugar com 30,74% (18.738)

Comentar
Compartilhar
16 NOV 2020Por Da Reportagem00h24
Ademário Oliveira (PSDB) foi reeleito para exercer seu segundo mandato como chefe do poder executivo cubatenseFoto: Divulgação

Por Thaigo Costa

Com 41,50% (25.297) dos votos válidos, o atual prefeito, Ademário Oliveira (PSDB) foi reeleito para exercer seu segundo mandato como chefe do poder executivo

cubatense.

Ademário disse que a notícia da reeleição "foi recebida com muita alegria, porque foi uma eleição difícil, atípica, em meio à pandemia e tantos desafios". "O que me alegrou mais foi que as pessoas votaram conscientes. Agora, nossa perspectiva é dar continuidade no que acertamos, na responsabilidade fiscal. Além de darmos prioridade na educação, qualificação de professores e novas escolas", afirmou.

O ex-vereador Toninho Vieira (PP) ficou em segundo lugar com 30,74% (18.738). Wagner Moura (REPUBLICANOS), veio logo atrás com 9,87% (6.017) dos votos válidos, porém, sua candidatura está indeferida pela Justiça Eleitoral, ainda com recurso pendente a ser julgado.

Doda (PROS), ficou na quarta colocação, com 4,26% (2.597). Paula Ravanelli (PT), vem na sequencia, com 3,96% (2.413) dos votos válidos.

Pedro de Sá (PTB), com 3,16% (1.926); Fabio Melo (PSOL), com 2,89% (1.764); José Hilario (PTC), com 2,17% (1.324) e Kadu (PMN), com 1,44% (875), fecham a lista dos nove candidatos que disputaram o cargo máximo do executivo da cidade de Cubatão, para exercer o mandato 2021/2024.

Esse ano foram contabilizados 71.365 votos válidos no município. Deste total, 6,08% (4.344) foram de votos brancos e 8,51% (6.070) foram de votos nulos.

Em sua campanha a reeleição, Ademário prometeu investir em tecnologia para que as pessoas possam fazer consultas médicas por telefone, construir duas delegacias além de uma perimetral na Vila Esperança e a repaginação da Beira Mar, no bairro Jardim Casqueiro.

Migrante nordestino, Ademário Oliveira tem 47 anos e chegou em Cubatão aos 10 anos de idade, fixando residência no bairro Vila Natal.

É formado em direito, casado e pai de dois filhos.

Não tem histórico familiar na política, sendo o primeiro a ingressar na vida pública . Filiou-se ao PSDB, em 1998, atuou como assessor do atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, quando esteve no cargo de Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Ademário desempenhou participação ativa no Projeto Serra do Mar.

Concorreu ao cargo de vereador em Cubatão, em 2012, e foi o eleito com 2.721 votos, o mais votado do pleito. Em 2016, foi eleito Prefeito de Cubatão, também pelo PSDB, com 41,53%.