Vigilante é morto é morto durante roubo de carga em Cubatão

Cerca de dez homens armados e encapuzados cometeram o crime, próximo à Via Anchieta

Comentar
Compartilhar
25 MAR 2017Por Da Reportagem20h32
Alexandre Peres Alonso, o Bocão, foi baleado na cabeçaAlexandre Peres Alonso, o Bocão, foi baleado na cabeçaFoto: Reprodução

Um roubo de carga resultou na morte do vigilante Alexandre Peres Alonso, o Bocão, de 46 anos, na tarde de sexta-feira (24), em Cubatão. Cometido por cerca de dez homens armados e encapuzados, o crime ocorreu próximo à Via Anchieta, no bairro Pilões. Ninguém foi preso até a noite deste sábado (25).

Ex-competidor de surfe e conhecido na Baixada pelos praticantes do esporte, Bocão fazia a escolta de um caminhão que transportava cigarros e isqueiros quando foi baleado na cabeça, em um carro da empresa de segurança, pouco depois das 12h. O crime foi anunciado logo após o caminhão ser usado para uma entrega em um estabelecimento.

Bocão estava no banco dianteiro do passegeiro do carro, um Fiat Uno, e não teve tempo de reagir, sendo atingido por um tiro de espingarda calibre 12. Ele estava  juntamente com um colega de trabalho, de 31 anos, que reagiu e trocou tiros com parte dos criminosos.

Os bandidos levaram parte da carga, avaliada em pouco mais de R$ 20 mil, após renderem o motorista e um outro homem que estava no veículo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte da vigilante no local.

Investigação

Registrado no 3º Distrito Policial de Cubatão, o caso será apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos.  As vítimas declararam no distrito que parte dos bandidos saiu de um caminhão.

Informações que ajudem a identificar os criminosos podem ser transmitidas pelo telefone 181 (Disque-Denúncia). Não é necessário se identificar.

São Vicente

Um bombeiro foi baleado na madrugada desta sexta na Rodoviária de São Vicente, no Centro, ao reagir a uma tentativa de assalto contra um guichê. A vítima, de 37 anos, foi baleada no ombro e os dois assaltantes fugiram sem nada levar.

Ninguém foi preso e o caso será investigado pelo 1º DP de São Vicente.