Vídeo mostra momento em que vigilante acerta soco em vizinha em São Vicente

Homem ainda incendiou o próprio apartamento e pulou do 7º andar do prédio onde ambos residiam no bairro Parque São Vicente

Comentar
Compartilhar
12 ABR 2021Por Da Reportagem17h00
Washington Andrade de Jesus (36), atacou sua vizinha, Aline dos Santos Viana (32), quando ela saia para trabalharWashington Andrade de Jesus (36), atacou sua vizinha, Aline dos Santos Viana (32), quando ela saia para trabalharFoto: Reprodução

Um vídeo obtido pelo portal UOL mostra o exato momento em que o vigilante Washington Andrade de Jesus (36), atacou sua vizinha, Aline dos Santos Viana (32), com um soco quando ela saia para trabalhar. Após matar Aline, Washington incendiou o próprio apartamento e pulou do 7º andar do prédio onde ambos residiam no bairro Parque São Vicente. O corpo dela foi encontrado no térreo do edifício. A polícia investiga se houve abuso sexual.

Por volta das 6h20, Aline e o vizinho aparecem juntos no elevador. Os dois descem até a garagem do prédio. Nas imagens é possível ver que ao chegar no térreo Aline vai em direção a sua moto, já Washington fica andando pelo estacionamento observando a mulher. Em determinado momento ele para atrás da vítima e quando ela se vira é surpreendida com um soco no rosto. Aline cai desacordada. Na sequência, o vigilante arrasta a vítima até a escadaria do prédio.

As imagens não mostram, mas a polícia diz que o homem retorna para o seu apartamento, no sétimo andar. Marcas de sangue da escadaria até o apartamento do suspeito também ajudaram a polícia a chegar até o suspeito.

Assista. As imagens são do portal UOL:

O marido da vítima, Charles da Silva Vicente (35), disse que por volta das 07h30, quando acordou, recebeu uma mensagem da chefe de sua esposa dizendo que ela não havia chegado ao trabalho. Preocupado, ele desceu até a garagem do prédio e viu que a moto de sua esposa estava lá e com a chave no contato.

Ele e o síndico puxaram as imagens do circuito interno e viram a vítima descendo até a garagem, colocando a chave no contato da moto e voltando até o elevador. Os homens, então, deixam de ver as filmagens e continuam as buscas por Aline, encontrando-a, já sem vida, na escadaria de emergência do térreo. E acionam a PM.

Os policiais notaram pegadas com marcas de sangue do local onde estava o corpo de Aline até o 7º andar, e chegam até o apartamento de Washington. Ele, trancado, diz algumas palavras pelo lado de dentro - que a polícia não conseguiu compreender. Os PM´s contam que, nesse momento, perceberam que havia fumaça no local e, segundos depois, ouvem um estrondo. Washington havia se jogado pela janela.

Ele morreu no local devido aos múltiplos traumatismos causados pela queda.

A PM acionou os bombeiros, que precisaram do apoio de equipes de outras regiões para conter as chamas. Uma equipe do Instituto Médico legal também foi até lá.

Fabiana Andrade de Jesus, irmã de Washington, disse que eles se falavam quase todos os dias e que o irmão sempre foi viciado em cocaína, oscilando momentos de piora e melhora do vício. Mas que ele, segundo seu relato, nunca havia apresentado comportamento agressivo e jamais havia comentado algo sobre Aline.

Solange Arlinda Medeiros Tavares, namorada de Washington, morava com ele no prédio e disse que, nos 6 meses de relacionamento nunca observou nenhum comportamento agressivo nele e que as discussões que o casal tinham eram "normais" de uma relação.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia de São Vicente e segue em investigação.