X
Polícia

Universitário é preso por acidente fatal no Canal 3

A prisão de Allan Bomfim Silveira foi realizada no Paraná, onde ele estuda atualmente, por força de mandado de prisão preventiva expedido pela Vara do Júri de Santos.

A batida, a cerca de 130 km/h, na madrugada de 8 de julho do ano passado, decepou o braço de Patrick Cerodio, que morreu cerca de três horas depois em hospital / Reprodução/Viver em Santos

O universitário Allan Bomfim Silveira foi preso preventivamente ontem, em Curitiba, no Paraná, pelo acidente no Canal 3, em Santos, que matou Patrick Cerodio, em julho do ano passado. A ordem de prisão foi expedida pelo titular da Vara do Júri de Santos, Edmundo Lellis Filho.

Com base no inquérito policial, o Ministério Público (MP) denunciou Silveira por homicídio doloso, quando se assume o risco de matar.

Procurado pelo Diário do Litoral, o advogado do estudante, Eugênio Malavasi informou que entrará com um pedido de habeas corpus visando revogar a prisão.

Laudos da Polícia Científica apontam que Silveira bateu o Mercedes-Benz a cerca de 130 km/h em um poste. A velocidade foi aferida com base em imagens de monitoramento de câmeras próximas ao local do acidente. O limite de velocidade do trecho da batida é de 50 km/h. O universitário sustenta que dirigia a cerca de 70 km/h.

Uma testemunha ouvida pela Polícia Civil disse que o estudante de bebeu uísque antes do acidente. O depoimento contradiz a versão de Silveira, que negou ter ingerido bebida alcoólica.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PROJETO ONDAS

Guarujá completa 88 anos e Jojó Olivença reforça amor pela cidade que proporcionou seu maior sonho

Baiano radicado no município criou o Projeto Ondas, beneficiando mais de 700 crianças e adolescentes

Solidariedade

Garoto de 8 anos colabora com campanha de arrecadação de tampinhas em PG

Material será usado para aquisição de cadeiras de rodas

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software