Triângulo amoroso termina em homicídio a facadas na Zona Noroeste

O auxiliar administrativo Bruno Botelho Vieira, de 23 anos, foi a vítima; acusado pelo crime, o operador de marketing Luiz Felipe de Oliveira Galdino, de 25, confessou

Comentar
Compartilhar
03 JUL 2019Por Gilmar Alves Jr.18h02
Bruno Botelho Vieira foi atingido por três facadas no abdômen e não resistiu em hospitalFoto: Reprodução/Facebook

Um triângulo amoroso envolvendo dois rapazes e uma moça que moravam juntos no Jardim Castelo, na Zona Noroeste de Santos, terminou em homicídio a facadas na madrugada desta quarta-feira (3). A vítima foi o auxiliar administrativo Bruno Botelho Vieira, de 23 anos, que chegou a ser socorrido, mas não resistiu na Santa Casa.

Acusado pelo crime, o operador de marketing Luiz Felipe de Oliveira Galdino, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou, dizendo que a jovem, de 20, não queria mais manter relacionamento com ele. Galdino tem uma filha de dois anos com a moça.

O delito ocorreu por volta de 1h, em via pública, na Rua Manoel Alves, a mesma onde a vítima, o acusado e a pivô moravam em um apartamento no Conjunto Dale Coutinho, no Jardim Castelo.

Quando policiais militares chegaram ao trecho onde o crime ocorreu Bruno estava sendo socorrido por uma ambulância para o hospital. Ele foi atingido por três facadas no abdômen.

Logo após a saída da ambulância, Luiz Felipe se apresentou no local e admitiu o crime a policiais militares. A faca usada no delito foi encontrada naquele trecho.

Ouvida na Santa Casa, a pivô do homicídio disse aos policiais que havia terminado o relacionamento com Luiz Felipe pouco antes de ele cometer o assassinato.

Colunas

Contraponto