Três suspeitos por latrocínio de estudante em São Vicente são detidos

De acordo com a Polícia Civil, os investigados são dois adultos e um adolescente; duas facas foram apreendidas

Comentar
Compartilhar
02 MAI 2017Por Da Reportagem21h15
Gabriel Aquino Muniz de Souza, de 19 anos, foi morto com facadas no tórax no Centro de São VicenteFoto: Reprodução/Facebook

Dois adultos e um adolescente acusados de roubos com facas em São Vicente foram detidos pela Polícia Militar e são considerados suspeitos pelo latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou o estudante Gabriel Aquino Muniz de Souza, de 19 anos. Gabriel foi morto a facadas na madrugada de 18 de abril na Avenida Martins Fontes (Linha Amarela), no Centro de São Vicente.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Polícia Civil na Baixada Santista e Vale do Ribeira, informou que os três suspeitos vinham agindo “de modo semelhante” ao modo como Gabriel foi morto. Duas facas foram apreendidas com os dois adultos detidos.

Não foram divulgados mais detalhes sobre os indícios que recaem sobre os três suspeitos e as versões deles sobre envolvimento no latrocínio.

As diligências prosseguem para o esclarecimento do caso, ainda conforme a nota.

As investigações são realizadas pelo Setor de Homicídios da Delegacia Especializada Antissequestro (Deas) de Santos e pelo 1º Distrito Policial de São Vicente (Centro).

O crime. Após sair da casa da namorada, no Saboó, em Santos, Gabriel seguia com destino à sua residência, na Vila Margarida, quando foi abordado na Linha Amarela e levado a um terreno.

O jovem foi morto com facadas no tórax. Ferimentos nas mãos do rapaz indicaram que ele tentou se defender. A mochila, a bicicleta e o celular do estudante foram subtraídos.