Travesti é presa por tentativa de homicídio contra advogado no Canal 2

A acusada tentou fugir ao perceber a chegada de policiais militares; advogado foi internado na madrugada e deixou hospital de manhã antes de ter alta

Comentar
Compartilhar
05 FEV 2019Por Da Reportagem17h39
A travesti foi autuada na Central de Polícia Judiciária (CPJ), no Palácio da Polícia (foto), por tentativa de homicídio, porte de entorpecente e dano ao carro da vítimaFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Uma travesti de 28 anos foi presa na madrugada desta terça-feira (5) sob a acusação de tentar um advogado de 43 anos a facadas. O crime aconteceu dentro do carro da vítima, na esquina da Avenida Bernardino de Campos (Canal 2) com a Rua Carlos Gomes, no Campo Grande, em Santos.

No registro da ocorrência na Polícia Civil, não consta o que teria motivado o crime. A travesti, conhecida como Bianca, foi presa por policiais militares por volta das 4h30 após uma testemunha acionar a corporação para relatar o crime.

Quando os policiais chegaram ao local onde estava o veículo, um Audi A5, se depararam com a travesti tentando fugir e a capturaram. O advogado, atingido por quatro golpes, tentava sair do carro ensaguentado. Uma unidade de resgate levou a vítima até a Santa Casa de Santos.

O advogado teve ferimentos em um dos braços, em uma das mãos e abaixo dos joelhos, segundo o registro do caso. Ele ficou internado até de manhã e deixou a unidade de saúde antes de ter alta.

Faca

Os policiais não localizaram a faca usada no crime, que fora jogada pela acusada no canal. O veículo, conforme constataram os PMs, teve os pneus dianteiros danificados.

Na bolsa de Bianca, os PMs apreenderam duas porções de cocaína e uma de maconha.

O flagrante foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde a acusada foi autuada pela tentativa de homicídio, por porte de entorpecente e dano qualificado ao carro da vítima. Posteriormente, a travesti foi recolhida à cadeia anexa ao 5º DP de Santos.

Colunas

Contraponto