Suspeito tenta fugir de abordagem e provoca três acidentes

Trânsito na Rodovia Raposo Tavares chegou a ser bloqueado para que o motorista não fugisse

Comentar
Compartilhar
26 NOV 2020Por Gazeta de S. Paulo19h04
Caso foi registrado na delegacia de Cotia, na Grande São PauloFoto: Reprodução/TV Globo

Um homem foi preso após tentar fugir de uma abordagem policial no Butantã, zona oeste da Capital, nesta quinta-feira. Houve perseguição policial, que terminou em Cotia, na Grande São Paulo.

Enquanto tentava fugir, Fernando da Silva Barros, de 38 anos, causou três acidentes e atirou em um motociclista. Participaram da ação 30 viaturas e um helicóptero da Polícia Militar.

De acordo com os policiais, o homem passou em um farol vermelho em alta velocidade. “Quando ele viu que a gente ia abordar, ele começou a efetuar a fuga na avenida Francisco Morato e lá mesmo começou a causar acidentes", disse o soldado Willian Koity à “TV Globo”.

"Posteriormente, ele [suspeito] pegou a Raposo Tavares e bateu, arremessou o motociclista em direção à viatura. Graças a Deus, o motociclista está bem, não sofreu nenhuma lesão grave, mas deu para ver claramente que ele teve o intuito de jogar o motoqueiro e parar o acompanhamento, para não passar em cima dele”, afirmou.

De acordo com a Polícia Militar, os agentes não efetuaram disparos durante a perseguição, pois o carro não tinha registro de roubo e poderia se tratar de um sequestro.

“A gente não pode disparar em um veículo em movimento se, possivelmente, tem uma vítima lá dentro. Outra coisa primordial é que, se a gente disparasse, possivelmente, a gente poderia atingir uma vítima no carro a frente dele”, destacou o soldado.

O trânsito na Rodovia Raposo Tavares chegou a ser bloqueado para que o motorista não fugisse. O carro está no nome da mãe dele. Foi encontrada uma arma de uso restrito da PM com a numeração raspada com o homem. Ele não esclareceu o motivo da fuga.

O caso foi registrado na delegacia de Cotia, na Grande São Paulo, como porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, disparo de arma de fogo e lesão corporal culposa - quando não há a intenção de ferir. O suspeito tem passagens na polícia por tentativa de homicídio e roubo.