Suspeito é morto após atirar contra policiais na Zona Noroeste de Santos

De acordo com informações da PM, equipes do 2° Baep se deslocaram até praça para investigar denúncia de que criminosos estariam organizando um ‘tribunal do crime’

Comentar
Compartilhar
13 AGO 2019Por LG Rodrigues10h47
Policiais foram recebidos a tiros enquanto investigavam denúncia em SantosFoto: Reprodução/Facebook/Viver em Santos e Região

Um homem foi morto após disparar contra a Polícia Militar no começo da noite desta segunda-feira (12) na Zona Noroeste de Santos. De acordo com informações das autoridades, o suspeito acompanhava outros indivíduos que integravam uma espécie de ‘tribunal do crime’ e foi atingido por agentes da polícia após tentar fugir.

De acordo com informações da Polícia Militar, equipes do 2° Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) se deslocaram até a Praça José Lamachia, que fica no bairro Bom Retiro, localizado a poucos metros da Avenida Jovino de Melo, para investigar uma denúncia de que um grupo de criminosos estaria organizando um ‘tribunal do crime’.

Logo após chegar ao local indicado pelas denúncias, os policiais se depararam com vários indivíduos armados que fugiram pelos becos ao notar a aproximação das autoridades. Os agentes do Baep conseguiram acompanhar alguns deles e notaram o momento em que um deles entrou em uma residência para se esconder.

Ainda segundo a PM, ao perceber que estava cercado, o homem atirou contra os policiais do Baep que revidaram à ação e conseguiram atingi-lo. Depois de conseguir desarmar o suspeito, os policiais prestaram socorro e acionaram uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que levou o homem até o Pronto Socorro da Zona Noroeste, que fica localizado no bairro Jardim Castelo.

Apesar de ter recebido atendimento médico, o suspeito morreu após depois de ser baleado. As autoridades conseguiram apreender uma pistola 765 que foi usada pelo indivíduo para atirar contra a equipe do Baep. O armamento estava com a numeração raspada.

O local do crime foi preservado para a perícia técnica, que foi efetuada na madrugada desta terça-feira (13). Todas as armas apreendidas e testemunhas identificadas foram encaminhadas para a Central da Polícia Judiciária (CPJ), onde a ocorrência foi registrada.