SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Suspeito de torturar e matar idoso é preso

Acusado seria o filho da vítima. Morte ocorreu em novembro de 2019

Comentar
Compartilhar
07 JUL 2020Por Vanessa Pimentel18h30
Os dois tinham uma relação conturbada porque a vítima não reconhecia a suposta paternidade do rapaz.Foto: DIVULGAÇÃO/DIG REGISTRO

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Registro (DIG), com apoio dos agentes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), prenderam na manhã desta terça-feira (7), um homem de 29 anos suspeito de ter torturado e matado um idoso de 66, em novembro do ano passado, em Registro, no Vale do Ribeira. 

De acordo com as investigações, o homem seria filho do idoso morto. Os dois tinham uma relação conturbada porque a vítima não reconhecia a suposta paternidade do rapaz. 

O inquérito foi aberto quando enfermeiros do Hospital Regional da cidade comunicaram à Delegacia especializada que um idoso com sinais de tortura havia dado entrada na UTI, no dia 28 de outubro de 2019. A vítima foi encontrada ferida e inconsciente em seu sítio por um vizinho, que o levou ao hospital. 

Quase um mês depois, no dia 22 de novembro, o idoso não resistiu às inúmeras queimaduras que tinha pelo corpo e faleceu na UTI. Durante a investigação, os policiais apreenderam objetos deixados no sítio após o crime e colheram depoimentos das testemunhas.  

ANDAMENTO

Os agentes descobriram que o idoso poderia ter esse suposto filho, mas como não assumia a paternidade, havia muito atrito entre os dois. Ainda segundo o apurado, o suspeito havia ido ao sítio da vítima antes do crime.  

Com as provas reunidas, o delegado do caso pediu a prisão temporária do homem. Ele foi encontrado na manhã desta terça-feira (7), em uma casa no bairro Jardim Laranjeiras, em São Paulo. O suspeito optou por permanecer em silêncio e foi encaminhado ao Sistema Penitenciário. O inquérito continua até a conclusão do caso.