Acusado de participar de furto a banco em Santos é preso

No crime, em 7 de setembro, foram subtraídos R$ 185 mil

Comentar
Compartilhar
19 SET 2019Por Gilmar Alves Jr.14h21
Investigadores apreenderam quase R$ 6 mil, diversos objetos e muniçõesFoto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (19), em Praia Grande, o primeiro acusado pelo furto de R$ 185 mil de uma agência do Banco do Brasil situada na Avenida Senador Feijó, na Vila Mathias, em Santos. O crime ocorreu no feriado de 7 de Setembro (Dia da Independência) mediante escalada da agência e arrombamento de cofres.

Na casa do acusado, na Rua Sebastiana Selite Agrela, no Quietude, em Praia Grande, policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) apreenderam 5,7 mil furtados do banco, sendo que parte das cédulas ainda estava protegida por lacres de papel do BB.

Ferramentas usadas para arrombar os cofres, como lixadeiras e macaco hidráulico, também foram recolhidas.

O detido, de 33 anos, admitiu participação no crime e disse que usou parte do dinheiro que lhe coube, na divisão com os comparsas, para comprar uma motocicleta, um telefone, um purificador de água e um televisor. Todos estes itens foram apreendidos.

A equipe do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, titular da DIG, e do investigador-chefe, Paulo Carvalhal, chegou ao acusado por meio da caminhonete que ele usou no crime, uma Mitsubishi Triton Flex prata.

O automóvel é registrado no nome do acusado e foi recolhido na casa dele.

Nas buscas na moradia os policiais civis ainda apreenderam 21 munições de calibre .357 e roupas furtadas de uma loja em 22 de julho, no Boqueirão, em Praia Grande.

Devido a estas apreensões, o homem ainda foi autuado em flagrante por receptação qualificada e posse ilegal de munição.

As investigações prosseguem para identificar e prender os demais envolvidos no furto.

 

Colunas

Contraponto