Suspeito confirma ter matado jovem em universidade

Matheus Demétrio Soares foi morto no dia 3 de fevereiro. Assassino foi preso na madrugada deste sábado

Comentar
Compartilhar
07 MAR 201517h44

Jeferson Oliveira da Cruz, de 20 anos, confessou ter assassinado o estudante Matheus Demétrio Soares, de 19 anos, na noite do dia 3 de fevereiro, em frente a porta  da Universidade Santa Cecília, em Santos.

O suspeito prestou depoimento na tarde de hoje (7), na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), da Polícia Civil. Oliveira da Cruz disse que tentou roubar uma corrente que estava no pescoço do estudante e, em seguida, disparou contra a vítima. O objeto caiu ao lado do corpo de Matheus e não foi levado.

Na sequência, o suspeito fugiu pelas ruas do bairro do Boqueirão e se livrou da arma, jogando-a em um bueiro na Rua Bento de Abreu. Funcionários da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) auxiliaram na busca pela arma, mas, até a conclusão desta matéria, ela não foi encontrada.

Segundo a polícia, ele teria sido reconhecido por testemunhas. Um pedido de prisão temporária de 30 dias já foi expedido e Jeferson Oliveira da Cruz permanecerá preso. O delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior, que está à frente do caso, convocou uma entrevista coletiva para segunda-feira (9) para falar sobre o caso.

Jeferson Oliveira da Cruz foi preso neste sábado (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Prisão

O suspeito foi detido na madrugada de hoje (7), no Centro de Santos, após sair de uma casa noturna. Sob o comando do delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior e do investigador Paulo Carvalhal, os policiais da DIG deram voz de prisão a Jeferson Oliveira da Cruz, que não reagiu.

De acordo com a Polícia, o rapaz de 20 anos já vinha sendo seguido de perto pela investigação. Ele não possui passagem.

No dia 5 de fevereiro, a Polícia Civil já havia divulgado um retrato falado do suspeito, elaborado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo.

Crime

Matheus Demétrio Soares, de 19 anos, foi baleado e morreu em frente a Universidade Santa Cecília, na Rua Oswaldo Cruz, no bairro Boqueirão, em Santos, na noite do dia 3 de fevereiro. Ele cursava o 2º ano de Sistemas de Informação e foi alvejado nas costas.

Os estudantes da universidade estavam reunidos em uma festa de um bloco de Carnaval, que ocorria no local. Um suspeito abordou Matheus já com a arma em punho por volta das 22h30, e o baleou nas costas.

Viaturas da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram deslocadas para prestar atendimento, porém o rapaz não resistiu e morreu no local.