Grávida baleada em tentativa de assalto em São Paulo tem morte cerebral

Daniela estava em coma na UTI após levar um tiro na cabeça. Grávida de 9 meses, ao chegar ao hospital, os médicos optaram por realizar o parto.

Comentar
Compartilhar
10 JAN 201320h18

Daniela Nogueira Oliveira, de 25 anos, teve morte cerebral constatada às 15h08 por médicos do Hospital do Campo Limpo, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Ela foi baleada na noite de terça-feira em uma tentativa de assalto na Zona Sul de São Paulo.

Daniela estava em coma na UTI após levar um tiro na cabeça. Grávida de 9 meses, ao chegar ao hospital, os médicos optaram por realizar o parto. A pequena Gabriela, que chegou a ser encaminhada para a UTI Neonatal, passa bem.

Daniela foi abordada por dois homens, que chegaram de moto, ao estacionar o carro em frente ao condomínio onde mora, na região do Campo Limpo, por volta das 20h30m.

Assim que chegou ao hospital, a assistente administrativa passou por uma cirurgia, mas permaneceu não retirou a bala, que está em uma região considerada crítica. A bala atingiu o lado esquerdo do rosto, passou pelo nariz parou na nuca.

No fim desta tarde, a Polícia Civil divulgou o retrato falado do suspeito de balear a assistente administrativa, com base na descrição de uma testemunha. Trata-se de um homem com cerca de 19 anos, pardo, 1,75 metro de altura, cabelo raspado e rosto fino.