X
Polícia

Receita Federal faz cinco apreensões de cocaína em menos de 48 horas no Porto de Santos

As apreensões totalizaram 681 kg e ocorreram nos dias 25 e 26 de novembro

Parte da apreensão precisou de um trabalho minucioso em um caminhão com a carga de suco de laranja concentrado / Divulgação/Receita Federal

A atuação da Receita Federal no Porto de Santos no combate aos ilícitos aduaneiros no complexo portuário santista frustrou a tentativa de envio ao exterior de aproximadamente 681 kg de cocaína. 

Na quinta-feira (25), um carregamento de 11.424 caixas de papelão contendo limão-taiti, acondicionadas em dois contêineres refrigerados, foi o meio encontrado pelos traficantes para o envio da droga. Após a retirada total da carga e cuidadosa inspeção dos contêineres, foram encontrados 45 kg no primeiro deles e 53 kg no segundo. 

Nesta sexta-feira (26), os trabalhos da Receita Federal concentraram-se em dois terminais do Porto de Santos. No primeiro deles foi concluída a inspeção de cargas selecionadas e interceptados 59 kg de cocaína em um carregamento de produtos de origem animal não destinados ao consumo humano com destino ao porto de Antuérpia, na Bélgica.  

Mais uma vez a droga não estava escondida em meio à carga, mas sim na estrutura do contêiner, na área reservada aos componentes para refrigeração da unidade de carga. 

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Enquanto isso, em outro terminal, equipes da Alfândega de Santos faziam duas novas apreensões. Na primeira delas, foram apreendidos 239 kg de cocaína em meio a um carregamento de 49 toneladas de papel A3 que tinha como destino o porto de Le Havre, na França. 

A conclusão da segunda apreensão levaria toda a sexta-feira. Foi providenciada a retirada total de um carregamento de suco de laranja concentrado para a verificação de ocultação de tabletes de cocaína na estrutura do contêiner. Desta vez, a área escolhida foi o assoalho e o local buscava dificultar, ao máximo, o trabalho das equipes. Para que não fosse inutilizado, o contêiner precisou ser esvaziado e posicionado em um reboque. Pequenos furos foram feitos na parte de baixo até que fosse constatada a existência dos tabletes.  

Depois de horas de cuidadoso trabalho, foram encontrados 285 kg de cocaína. O destino do contêiner contendo 284 tambores de suco de laranja concentrado seria o porto de Roterdã, na Holanda.  

O sucesso da apreensão é decorrência da Gestão de Riscos promovida pela Receita Federal, com análise das operações de exportação, utilização de imagens de escâneres e a utilização dos cães de faro da Unidade.  

Como responsável pelo controle aduaneiro no país, a Receita Federal busca assegurar o equilíbrio entre a facilitação do comércio internacional e a segurança aduaneira, garantindo que as cargas não sejam utilizadas como meios para o cometimento de ilícitos. 

A apreensão da droga, além de tirá-la de circulação, confere materialidade para futura condenação criminal. 

Em 2021 a Receita Federal evitou que mais de 14,2 toneladas de cocaína fossem embarcadas no Porto de Santos e chegassem ao seu destino. 

A Polícia Federal prosseguirá com as investigações, e a troca de informações entre as Instituições será importante para a definição da abertura de um novo inquérito policial ou a complementação de outros que se encontram em andamento. 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

1ª criança vacinada no país, Davi estuda em escola com maior Ideb das redes estaduais do Brasil

Escola Estadual Honorato Faustino, em Piracicaba, alcançou o índice de 8,8 em 2019

Cotidiano

Fonte interativa musical é nova atração da Praia de Pitangueiras, em Guarujá

Novo cartão-postal está na Praça dos Expedicionários, coração da Praia de Pitangueiras, e promete encantar pessoas de todas as idades com 115 jatos de água reaproveitável, iluminação especial e sonorização embutida

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software