Receita Federal evita envio de 312 quilos de cocaína à Holanda via Porto de Santos

A apreensão ocorreu nesta quarta-feira (8) em um terminal

Comentar
Compartilhar
08 ABR 2020Por Gilmar Alves Jr.19h48
A cocaína foi encontrada em uma carga de ferro-ligaFoto: Divulgação/Receita Federal

Uma ação da Alfândega da Receita Federal apreendeu, nesta quarta-feira (8), 312 quilos de cocaína em um terminal no Porto de Santos e evitou o envio da droga ao Porto de Roterdã, na Holanda. Ninguém foi preso e um inquérito da Polícia Federal (PF) irá apurar quem são os responsáveis pela droga. 

De acordo com a Receita, o entorpecente estava em uma carga de ferroliga. "Sua seleção para conferência ocorreu através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner", disse o órgão. 

Durante a inspeção, houve indicação positiva do cão de faro da Receita Federal e, aberto o contêiner, a cocaína foi localizada no interior de diversos sacos. 

A droga interceptada pela Receita Federal foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou a operação a partir da localização da droga. 

Quase seis toneladas

Neste ano a Alfândega de Santos interceptou quase seis toneladas de cocaína durante suas fiscalizações, que continuam ocorrendo normalmente, mas atendendo às novas determinações de segurança, decorrentes da atual situação de saúde pública em razão da pandemia do novo coronavírus. 

2019

Em 2019, as autoridades federais apreenderam no Porto de Santos 26,3 toneladas de cocaína no Porto de Santos.

Em grande parte dos casos verifica-se o emprego da técnica criminosa "rip-off loading", em que a droga é inserida em uma carga regular sem o conhecimento do proprietário.