X

Polícia

Receita Federal apreende mais de 460 quilos de cocaína no Porto de Santos

O destino final da carga seria o porto de Le Havre, na França. Operação contou com o auxílio de cães farejadores

Da Reportagem

Publicado em 08/10/2018 às 16:00

Atualizado em 08/10/2018 às 16:07

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O destino final da carga contendo cocaína seria o porto de Le Havre, na França / Divulgação/Receita Federal

A Receita Federal no Porto de Santos apreendeu, nesta segunda-feira (8), 463 quilos de cocaína em um contêiner que seria exportado para a Europa. A ação contou com trabalho de análise de informações, gerenciamento de risco e atuação da Equipe de Condutores de Cães de Faro.

A droga estava em um carregamento de poliamida acondicionada em octabin, uma embalagem geralmente de papelão ondulado, em formato de base octogonal, de uma tonelada cada.

Dos quatro contêineres que formavam o lote, um deles estava com a droga dentro de 14 bolsas esportivas, totalizando 463 quilos de cocaína (peso bruto).

O destino final da carga seria o porto de Le Havre, na França. Esta foi a 36ª operação de 2018, que contou com a participação da Alfândega de Santos.

 

 

 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Negou

Ex-prefeito Bili garante que não houve dolo e que vai recorrer de decisão

O juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), condenou o ex-prefeito Luis Cláudio Bili Lins da Silva por improbidade administrativa e dano ao erário

Itanhaém

Vamos ajudar? Banco de leite materno de Itanhaém precisa de doações

O alimento pode ser compartilhado para ajudar a salvar a vida de diversos bebês na UTI Neonatal

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter