Quadrilha furta R$ 23 mil de caixa eletrônico no Guarujá

Houve intenso tiroteio entre PMs e ladrões; ninguém foi preso. O Gate, de São Paulo, foi mobilizado para retirar e detonar os artefatos explosivos

Comentar
Compartilhar
08 MAI 201510h38

Uma quadrilha fortemente armada furtou, mediante explosão, R$ 23.170,00 de um caixa eletrônico do Banco Bradesco instalado na Estrada do Pernambuco, em Guarujá. Após o furto, que ocorreu às 4h18 de ontem, houve intenso tiroteio entre os ladrões e a Polícia Militar.  Não houve feridos e ninguém foi preso. Uma viatura foi atingida por dois tiros.

Os policiais foram ao local da ocorrência após ouvirem um forte estrondo oriundo da explosão.

No trajeto até o caixa eletrônicos, os PMs se depararam com um dos ladrões portando uma arma longa. Ele atirou diversas vezes contra os policiais, que se abrigaram em uma garagem náutica e revidaram com 33 tiros.

Cessado o primeiro confronto, outros integrantes da quadrilha que estavam em um matagal efetuaram novos disparos contra os policiais. O último ataque da quadrilha ocorreu quando criminosos em fuga, dentro de um veículo, dispararam duas vezes contra a viatura.

A PM enviou reforço de viaturas na tentativa de capturar os bandidos, mas nenhum deles foi localizado.

Gate

Devido ao fato dos bandidos terem deixado explosivos no local da ocorrência, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) veio de São Paulo para retirar os artefatos do local para detonação em local adequado.

Investigação

O caso foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá, mas será apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, que tem a atribuição de investigar os ataques a caixas.

De acordo com a polícia, as investigações estão adiantadas. Detalhes não foram divulgados para não prejudicar os trabalhos.