Presos pela Lei Seca no Estado já chegam a 100

Operação Direção Segura, de 21 a 27 de dezembro, realizou as detenções.

Comentar
Compartilhar
30 DEZ 201212h56

Subiu para 100 o número de motoristas presos por dirigirem embriagados no Estadode São Paulo, entre os dias 21 e 27 de dezembro. O resultado é fruto da Operação Direção Segura, realizada pela Polícia Militar nesse período. A fiscalização ganhou reforço na manhã da última sexta-feira com a entrega de 121 novas viaturas pelo Governo do Estado ao Comando da Polícia Militar Rodoviária (CPRv).

A Operação ainda resultou em 16.356 autuações de infração de trânsito, na apreensão de 1.696 veículos,136 carteiras de habilitação e 2.053 documentos de veículos por irregularidades. Seis procurados da Justiça foram capturados,97 pessoas presas em flagrante,além da apreensão de cinco armas de fogo e recuperação de 14 veículos roubados.

“A Polícia Rodoviária Estadual faz um trabalho preventivo de segurança e proteção à vida muito importante,e hoje, estamos dando mais condições de trabalho para esses policiais,com essas novas viaturas”,disse o governador Geraldo Alckmin, durante a entrega simbólica das chaves dos veículos ao comandante do Policiamento Rodoviário, coronel Hélio Verza Filho.

As viaturas serão distribuídas para os cinco batalhões rodoviários. (Foto: Divulgação)

Operação Direção Segura

A Operação Direção Segura, realizada desde 2007 pela Polícia Militar em todo Estado, tem como objetivo a fiscalização do crime de embriaguez ao volante, reduzindo o número de acidentes. No dia 21 de dezembro desse ano houve uma mudança no Código Brasileiro de Trânsito (CBT), e agora serão considerados vídeos e relatos de testemunhas como provas contra motoristas embriagados.A multa da Lei Seca também ficou mais cara, passando de R$ 957,70 para R$1.915,40 e, no caso de reincidência durante o ano, o valor é dobrado.

“A mudança na legislação veio em bom tempo,restabelecendo o equilíbrio entre os interesses sociais e individuais. Os interesses individuais são mantidos, mas a sociedade ganha uma nova forma de se proteger contra possíveis casos”, disse Grella.

Desde a alteração, no dia 21, até quinta-feira (27), o Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) e a Polícia Militar Rodoviária flagrou 399 motoristas cometendo infração ao artigo 165 do CTB (infração administrativa)e outros 100 foram presos em flagrante pelo crime previsto no artigo 306 do CTB (embriaguez ao volante).