Polícia

Pomba que levava celular a presídio de Franco da Rocha é capturada

Durante ronda externa, próxima ao pavilhão 2 da unidade prisional, a pomba foi avistada se debatendo e detentos tentaram pegá-la

Folhapress

Publicado em 15/02/2017 às 19:30

Comentar:

Compartilhe:

Uma pomba com um celular preso ao corpo foi capturada por agentes de segurança dentro de uma penitenciária na última sexta-feira (10), em Franco da Rocha, região metropolitana de São Paulo.

A ave foi encontrada na penitenciária 2 "Nilton Silva", próxima à rodovia dos Bandeirantes. Durante ronda externa, próxima ao pavilhão 2 da unidade prisional, a pomba foi avistada se debatendo e detentos tentaram pegá-la.

Os agentes seguiram até o local e capturaram a pomba. Havia um pequeno invólucro preso ao animal, que continha um celular e uma bateria.

Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), a direção da unidade registrou boletim de ocorrência e comunicou o acontecido a vara de Execuções Criminais, além de instaurar procedimento disciplinar para apurar o caso.

Fugas

Em dezembro de 2016 o CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Franco da Rocha, próximo a penitenciária Nilton Silva, registrou a fuga de 27 detentos. Dia dia 27 de dezembro presos serraram as grades e conseguiram pular o muro da unidade de regime semiaberto por volta das 3h.

Em outubro, 55 presos fugiram do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 1 (HCTP1) da cidade. O clima no entorno do HCTP1 foi de relativa tensão após a fuga em massa dos presos.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Quer trabalhar? Entenda o que PAT e veja o endereço em cada cidade do Litoral de SP

Diário do Litoral te alerta a cada sessão de oportunidades

Cotidiano

Aproveita! Imigrantes e Anchieta têm caminho livre neste sábado

Informação foi divulgada pela Ecovias

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter