Policial militar morre depois de tiroteio no Complexo do Alemão

Segundo a Polícia Militar (PM), os policiais faziam patrulhamento na comunidade da Fazendinha, na noite de ontem (22), quando foram atacados

Comentar
Compartilhar
23 JUN 201411h12

O soldado Fabio Gomes da Silva, 30 anos, da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), morreu na manhã de hoje (23), no hospital, depois de ser atingido na cabeça, em um tiroteio no Complexo do Alemão, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Militar (PM), os policiais faziam patrulhamento na comunidade da Fazendinha, na noite de ontem (22), quando foram atacados.

O policial chegou a ser encaminhado para o Hospital Getúlio Vargas, próximo ao Complexo do Alemão, mas não resistiu ao ferimento.

Já na madrugada de hoje, em outro tiroteio, na comunidade do Areal, também no Complexo do Alemão, dois homens morreram. A PM informou que apreendeu um revólver e um carregador de pistola com as vítimas, identificadas como Gabriel Ferreira Carvalho e Lucas Gustavo da Silva Lourenço.

A assessoria de imprensa da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) informou ainda que um jovem de 17 anos deu entrada no Hospital Getúlio Vargas, com um ferimento de arma de fogo na mão. A polícia não informou, no entanto, em que situação o jovem ficou ferido.