Polícia prende terceiro acusado pela morte de delegado

Danilo Ferreira Rocha, o Dan, de 19 anos, foi encontrado por policiais civis em Embu das Artes, na Grande São Paulo

Comentar
Compartilhar
24 FEV 201514h11

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos prenderam no final da madrugada desta terça-feira (24) Danilo Ferreira Rocha, o Dan, de 19 anos, apontado como um dos três acusados pelo latrocínio (roubo seguido de morte) do delegado Gilvan Marcílio de Freitas. O crime ocorreu em 16 de novembro do ano passado, na Rua Pernambuco, no Gonzaga.

Os outros dois acusados pelo crime também estão capturados. São eles um adolescente, que admitiu ter efetuado os disparos – detido em 22 de janeiro –, e um taxista, Felipe Oliveira, preso horas depois do latrocínio.

Dan, apontado como líder do trio, foi encontrado pelos investigadores na casa de um avô, em Embu das Artes, na Grande São Paulo, por volta das 5 horas.

O delegado Gilvan Marcílio de Freitas foi morto com dois tiros no Gonzaga (Foto: Reprodução/Facebook)

Sob o comando do delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior e do investigador Paulo Carvalhal, os policiais da DIG surpreenderam o acusado enquanto ele dormia. A ação foi feita com respaldo de mandado de busca e apreensão expedido pela 5ª Vara Criminal de Santos.

De acordo com a polícia, Dan disse que após o crime fugiu para Minas Gerais. Recentemente ele voltou para o Estado de São Paulo, mas disse que pretendia retornar a Minas Gerais.
Dan admitiu sua participação no crime, segundo a polícia.