Polícia Militar prende bando

Alvo dos assaltantes foi um prédio na Ponta da Praia, em Santos. Manobrista do edifício foi preso.

Comentar
Compartilhar
18 JAN 201310h17

Quatro assaltantes invadiram, na madrugada de quinta-feira (17), um edifício situado na Avenida Bartolomeu de Gusmão, na Ponta da Praia, em Santos. Eles contaram com apoio do manobrista do prédio para cometerem a investida, na qual o apartamento do síndico foi saqueado. Os cinco envolvidos acabaram presos.

O assalto aconteceu por volta de 4 horas. Após renderem o porteiro, os ladrões exigiram a presença do síndico e também o renderam. No apartamento dele,  amarram sua família e subtraíram joias, celulares, computadores, dinheiro e outros objetos.

Após o roubo, os criminosos fugiram do edifício em um carro e uma moto.

Capturas

Acionada pelo síndico, a Polícia Militar foi informada sobre as vestimentas dos marginais e irradiou as informações para operações de bloqueios de trânsito.

O primeiro a ser capturado foi Jerson Souza Júnior, de 37 anos, que fugia na moto. PMs notaram que ele utilizava roupas como as descritas pela vítima e o abordaram. Em revista, encontraram uma pistola de calibre .45 e uma touca ninja.

Família amarrada - Apartamento do síndico foi invadido. (Foto: Luiz Torres/ DL)

Em São Vicente, os três assaltantes que fugiram em um Astra foram capturados após revista no veículo, onde estavam os objetos roubados da residência. Os capturados no carro são Victor de Campos, de 30 anos, Allan da Silva, de 25 e Renato Fernandes, de 24.

Manobrista

A polícia descobriu o envolvimento do manobrista, Jonny dos Santos, de 23 anos, após verificar o telefone celular do acusado Renato. No aparelho, havia como última ligação um telefonema para Jonny.

O funcionário do prédio, ao ser ouvido na Central de Polícia Judiciária (CPJ), confessou ter colaborado na investida passando informações privilegiadas aos comparsas.